quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Que vergonha!!!

Não sei como começar esta postagem, tamanha é a vergonha que estou sentindo neste momento! Na verdade uma mistura de vergonha e desapontamento por ter vivido uma grande mentira, não posso dizer que fui vítima, lamento apenas pelas pessoas que, ao lerem a postagem, acabaram se envolvendo nessa trama. Mas, vou deixar de arrodeios e ir direto ao ponto.

A mulher com a criança, personagens da postagem de ontem - Cinco Minutos com Deus!, é uma impostora! Uma farsante, autora de uma encenação maldosa na qual acabei acreditando... Vejo que tem sentido o nome da criança: Vitória! Para aquela mulher desnaturada pode ter sido uma vitória ter conseguido enganar mais uma pessoa, que ela pode chamar de otário, de trouxa ou algo que o valha. Mas, não é assim que estou me sentindo agora! Sinto vergonha por saber que pessoas como ela continuam usando crianças para as enganações, para obterem o dinheiro que não tiveram a capacidade de ganhar de forma honesta, com o esforço que muitos tem que fazer para obtê-lo.
Peço desculpas a todos que leram o que eu achava ser um Testemunho da existência de Deus - isso demonstra que Ele não precisa de relatos para provar a sua existência aos homens. Vou deixar o post no blog, agora com o objetivo de alertar as pessoas, principalmente, os da minha cidade, da existência desse novo "golpe". Continua sendo um testemunho, de como esses golpes são capazes de envolver as pessoas para enganá-las e tirar proveito disso. Confesso que este não foi o primeiro caso, já caí em vários outros do mesmo gênero, recordo de uma mulher com um menino que pedia ajuda para comprar remédios (levava consigo uma receita); uma outra pedindo leite em pó... e outros mais. Graças a Deus em todos esses momentos de engodo eu não buscava obter lucro fácil, não eram os famosos contos do vigário ou do velho bilhete premiado. Em todos esses momentos fui engando quando buscava ajudar aquelas pessoas, daí sentir vergonha de saber que elas continuam existindo de verdade!
Como fiquei sabendo que tratava-se de uma farsa? Quando, por solicitação minha, na noite de hoje, Jack buscava informações numa comunidade cristã que abriga mães desamparadas com os seus filhos... com a intenção de abrigá-la, de fazer o seu acolhimento... então, enquanto relatava a situação chegou uma pessoa que também se envolveu com aquela mulher e contou detalhes coincidentes com o ocorrido na manhã de ontem.
É caso de polícia? Pode ser que seja, não me cabe julgar. Às autoridades constituídas, para as quais estarei encaminhando a denúncia, cabe reprimir a ação em respeito aos direitos daquela criança. Pelo que descreveu a pessoa hoje a noite, tem sido repetitivo este fato. Farei a minha parte, do modo como estou publicizando aqui enviarei aquele post para a Curadoria da Infância para que eles façam a parte que lhes cabe.
Peço desculpas, mais uma vez, a todos que leram, se emocionarm e até divulgaram para outras pessoas. Não tive culpa. Não me culpo por querer ajudar. Espero que este não seja a última vez que fato dessa natureza venha a ocorrer comigo... Não vou endurecer o meu coração por causa de uma alma que encontra-se perdida no mundo. Fique com Deus!

3 comentários:

Anônimo disse...

Hoje em dia ajudar se tornou um risco, ouvir o próprio coração é uma saída. É triste saber que uma criança está sofrendo esse tipo de abuso! Mas veja bem, vc ajudou sim, um lindo anjo, cujo responsável a levava impiedosamente a sofrer momento de grande desconforto, pois estar no asfalto no pingo do meio dia, não parece ser confortável para seu ninguém!!! E quem sabe a sua revolta não leva a alterar o destino dessa criança? Vc pode ser o anjo da guarda dela, não foi à toa que seu coração foi tocado naquele momento. Pense nisso!
Priscila leite
te amo!

elaraleite disse...

Ao dar esmolas ou ajudar as pessoas na rua, estamos sempre sujeitos a ser vítimas de situações como essa. O Ministério Público até fez uma campanha para que as pessoas não entreguem dinheiro a pedintes na rua.

De todo modo, sua intenção é boa. E o Senhor conhece nosso coração.

Eu prefiro manter meu dízimo, minhas ofertas e as ajudas a pessoas mais próximas, que conheço e vejo de perto as necessidades. Acho que, para não se magoar, deveria fazer o msm.

Até mais,
Elara Leite
Sua sobrinha

Anônimo disse...

amor ao próximo, benevolência, bondade, compaixão, esmola, beneficência, tudo issi é sinonimo de caridade!!!
Na biblia sagrada a carta de são Paulo aos Corintios,no capitulo 13, diz assim:
Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.
2 E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.
3 E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.
4 ¶ O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.
5 Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;
6 Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;
7 Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
8 ¶ O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;
9 Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos;
10 Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado.
11 Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.
12 Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido.
13 Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor.
O que se moveu em você não será jamais a atitude desta pobre e desprovida de amor espiritual mas o amor de DEUS, a essencia da vida!
Como ela todos nos fazemos diariamente coisas que desagradam aos olhos do salvador e das pessoas que nos rodeiam. Estamos continuamente a fazermos coisas erradas no entanto so nos sabemos e so DEUS percebe os nossos desacertos.
Eu fico feliz e ficarei sempre com o seu coração de home, de pai, de avó e de amigo. Um coração senssivel que ver a necessidade do proximo.
O mundo precisa de corações assim...
Esqueça esse momento...
lembre-se O Espirito de Deus usou você para ver se seu coração ainda batia de amor ao proximo... e o nosso proximo nãe é apenas aqueles que esta juntinhos a nos mas essa mulher sem coração, sem conhecimento do amor supremo
Continue fzendo o bem sem olhar a quem pois é assim que fala o Senhor para todos nos no evangelho deste ultimo domingo do mes de janeiro de 2010.
Se aparece outrs Vitorias pedido ajuda, vá la e faça a sua parte.
Marinaldo Barbosa