quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Homenagem da Secretaria de Saúde de João Pessoa



- Homenagem da Secretaria de Saúde ao meu querido tio José Edson.

terça-feira, 19 de junho de 2012

Lembranças

Vasculhando lembranças foi encontrada essa linda homenagem dedicada ao Raimundinho, na passagem do Dia dos Pais no ano de 1995. 
Hoje queremos homenagear o nosso filho com todo carinho que ele sempre nos dispensou, no seu jeito simples e sincero de demonstrar Amor e Gratidão.
Fica a tua lembrança, meu filho, e nesse gesto de ternura expressamos a saudade e o nosso amor por tudo que você significa em nossas vidas.
Com todo amor, dos seus pais.
Raimundinho e Dilma.







(Verso)
"Querido Papai,
Este diploma, pequeno nas suas palavras, representa, entretanto, a grandiosidade de um sentimento que só estando nas mesmas condições o homem pode compreender.
Aproveito para agradecer ao senhor pela sua existência autêntica, pela sua dedicação à família e pelo amor dedicado aos filhos.
Desejo renovar os votos diários de felicidade que muitas vezes esquecemos de externar.
Saudações do filho, nora e netas.
Edson, Nilda, Priscila e Pollyana."

segunda-feira, 21 de maio de 2012

ATÉ AMANHÃ!





 ESPIRITUOSO, COMO SEMPRE, MEU PAI PEDIU PARA QUE A MINHA PRIMA, LIGIANA, TIRASSE UMA FOTO “ PARA POSTAR NO BLOG”, CONFORME SUA VONTADE, AQUI ESTÁ.

Amigos,

Sei que todos esperam, desde sábado, alguma postagem. É com uma mistura de tristeza e honra que faço esta postagem em nome do meu querido pai. Gostaria de agradecer a todos a grande demonstração de apoio e carinho pelo meu querido pai. Na tarde do último domingo, dia 20/05/2012, 10 dias após o seu aniversário de 55 anos, o Grande Guerreiro venceu a luta, findando a sua missão entre nós e iniciando uma nova jornada em sua vida, com outros desafios e outras caminhadas.

Meu querido Rômulo e a minha querida prima, Ligiana, a quem agradeço toda a atenção e assistência prestada, escreveram uma belíssima mensagem que, com a sua permissão, aqui transcrevo:


“Edson,
Um homem que morreu como viveu: com CORAGEM e em PAZ!! Edson Leite,aos 55 anos, lutou durante os últimos anos de sua vida contra uma doença que, apesar de terrível, não o abateu: o Câncer. Após o diagnóstico, foram 3 anos e 8 meses de vida FELIZ, realizando SONHOS, enfrentando LUTAS, e TRANSFORMANDO a vida daqueles que estavam ao seu redor. Após 3 cirurgias para extirpar lesões neoplásicas, ele se viu diante da possibilidade de se submeter a mais uma cirurgia, que poderia deixa-lo livre da doença. E ele não titubeou antes de decidir por fazê-la. Haveria duas possibilidades: esperar a evolução da doença e partir nos próximos meses, ou enfrentar mais um procedimento, de alto risco, mas que poderia curá-lo. Conhecendo ele como conhecíamos, qual seria sua decisão?! E assim foi feito. E nas 72h após o procedimento, ele lutou bravamente para viver. Ele queria VIVER!

Mas o Nosso Senhor o chamava para perto de Si. Sua missão se cumprira aqui junto a nós.  Assim ele viveu seus últimos dias, com muita FÉ e demonstrando uma CORAGEM infindável. No fim, o que ele mais queria era simplesmente que todos ficassem em PAZ, porque isso era TUDO o que ele sentia. Que assim seja. Amém.

Ligiana Leite de Carvalho”

“Edson Leite: Verdadeiro guerreiro, digno dos filmes de Hollywood. Preferiu ser essa metamorfose ambulante, a ter aquela velha opinião formada sobre tudo. Bom descanso, obrigado, parabéns pela coragem e pela intenção de não preocupar àqueles que te queriam bem, até breve, e boa caminhada. Sabemos que lutou até o fim, mas ocorre que Deus, o grande diretor do filme, já o requisitou para outros papéis, desta feita, num cenário mais celestial. Grande abraço!


Rômulo Paiva


Peço a todos, para que guardem sempre a imagem de um homem feliz, dedicado, honesto, trabalhador, guerreiro e Vencedor!!! E como bem lembrou a minha amada irmã, repetiremos o que Painho sempre disse: ATÉ AMANHÃ!!

Grande abraço! Fiquem com Deus.

Priscila

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Quarta cirurgia e a luta continua!

Desde as 8:00 horas desta manhã estou na oficina dos batas brancas, como dizia o saudoso amigo luso George, já passa das 13:00 horas e o jejum vai continuar até o final da tarde quando estarei ingressando no bloco cirúrgico para a quarta cirurgia no combate ao câncer do fígado. Não terei alta até que seja realizada a segunda parte deste ato cirúrgico - que passará a ser a quinta cirurgia! Isso em menos de 10 dias. Se fosse do meu perfil estaria dizendo: tadinho de mim, não tenho mais o que cortar! Mas, não é bem assim... tenho bastante ainda osso e carne de pescoço.
Falando sério, quem vai querer osso velho e carne dura, acho que ninguém. Por isso tenho insistido na continuidade desta luta.
Não consegui assimilar ainda o nome pomposo do procedimento, sei apenas que não consta em todas as relações de procedimentos, pelo ineditismo do messmo. Ouvi algo assim, na recepção do hospital, quando ela ligou para o médico procurando o que seria feito no meu interior: trisegmenctomia com restauração do canal... daí em diante não entendi mais nada. Só sei que vai ser uma grande obra, dessas que o PAC vem realizando e merece até o fincamento de uma bandeira para demarcar território, como os astronautas fizeram quando pisaram na lua pela primeira vez - o que deveria ter sido feito no momento da primeira invasão. É isso mesmo, uma verdadeira invasão aos nossos órgãos internos. Aí sim, posso dizer, tadinho deles.
Por outro lado, devemos ver que alguns desses órgãos merecem mesmo é a faca (não que eu seja agressivo) mas para tirar o que não presta e se agruda ao lado bom, tem mais é que sair na marra. Mesmo que doa muito a separação. Nessas horas não podemos sentimentalistas, se presta fica, se não presta dar passagem, a vida agradece!
Hoje, logo mais a noite vão me calar a voz, vão paralisar o meu teclado, talvez por dois dias, tempo que permanecerei na UTI. Se Deus permitir, estarei postando novamente no próximo sábado ou domingo. Gravem esta data, será o retorno, a virada, a retomada, como queiram chamar.
Nem quero pensar em fazer qualquer postagem por intermédio de alguém, seria assombroso. Então, façam as suas orações e peçam pela minha recuperação. "Eu poderia estar roubando, enganando alguém, assaltando, mas prefiro estar aqui nesse ônibus pedindo que me ajudem... pode ser qualquer quantidade orações..." e assim, deixo um abraço a todos esperando a misericórdia do nosso Senhor Criador. Fiquem com Deus! Amém.

domingo, 13 de maio de 2012

Feliz Dia das Mães!!!

O que faz esse pinguim nesta postagem?
A você que é mãe, em particular a D. Dilma - minha mãe, a quem posso chamar de minha querida mãe dedico esta postagem para desejar-lhes muitas felicidades hoje e sempre!
Esta data trouxe à memória o tempo de escola, menino pequeno, estudante de escola pública (na época, muito procurada pelos pais). Tinha na grade curricular aulas de Educação Artística e as professoras lançavam mão, ou melhor, faziam os alunos meteram as mãos na massa, literalmente, para confeccionar o presente que era guardado, depois de pronto, a todo custo e, muitas vezes, com malabarismos para somente ser entregue no Dia das Mães.
Lembro de alguns desses "presentes", todos feitos por mim mesmo e, como disse, com a inspiração da professora: o primeiro que me veio à mente foi conjunto de caixa de fósforos... nada mais simples, quatro caixas de fósforos cheias coladas sobre um pedaço quadricular de nata e sobre elas outro pedaço dessa mesma napa, para depois decorarmos aquele conjunto muito "útil" ao gosto de cada um. Pano de prato decorado... o acabamento era feito pela mestra. Pintura de jarros, telhas, com decoração em algo parecido com purpurina... lembro de que tinha uma cor dourada que dava um toque muito bonito, enriquecendo a peça e aquela singela lembrança.
Cresci, mudei de série, o enfoque pareceu que mudou e passamos a comprar os presentes nas lojas comerciais... afnal, esta é mais uma das datas criadas pelo capitalismo ávido por aumentar o volume de vendas. Mesmo assim, era muito satisfatória a tarefa de ir às compras com uma pequena quantia em dinheiro para tentar garimpar com aquele valor pecuniário algo que viesse a ter um valor inestimável, tanto para mim quanto para a minha mãe - demonstrado no momento que recebia das nossas mãos um porta-retrato, uma garrafa para colocar água na geladeira (difícil era essa geladeira não ter um pinguim nos olhando de cima).
Vale registrar que a minha mãe ainda tem uma "espécie" de jarra que imita um abacaxi - hoje sem as hastes devido um acidente de cozinha. Lá na casa dela esta peça única substituiu o pinguim...
Parabéns Mamãe! Parabéns a todas as mães, todos os dias do ano!

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Ressonância Magnética: novo resultado!

Recebi, no final de tarde de hoje, o resultado da ressonância magnética que realizei no início da semana. Como sempre, movido pela curiosidade, acabo abrindo o envelope e lendo o laudo médico, eita mania feia essa minha! Atire a primeira tecla quem nunca abriu um exame antes de entregá-lo ao médico que o requisitou... Das duas, uma. Ou fico curado de uma vez ou terminarei aprendendo a interpretar o palavreado contido nesses laudos. Tem palavra que nem carece de tradução para o portuneguês (português nosso de cada dia), de tão explícita que ela é... Por exemplo, "hipertrofia compensatória do lobo esquerdo", isso significa que de onde foi retirada uma parte do fígado houve um "aumento" no tamanho desse órgão, ocupando a sua parte esquerda. Isso seria muito bom, ótimo mesmo, não fosse pelo fato de ali estar crescendo também  a lesão sólida (tumor) e já mede cerca de 12 cm, nos seus maiores eixos. Com volume estimado de 870 cm³ - o que não é boa coisa mesmo!
Graças a Deus ainda tenho na retaguarda pouco mais da metade desse volume para contra-atacar... É com esse exército e com as bênçãos divinas que conto de agora em diante.
O resultado da ressonância também trouxe boas novas da próstata, a bichinha tá lá quietinha com a sua morfologia globosa sem evidência de lesões detectáveis. Confirma o que já sabemos de cor, nada que altere a impressão dos rins que continuam ostentando alguns cistos corticais bilateralmente; e a presença de líquido na cavidade abdominal também não é nenhuma novidade.
Só não entendi dois elementos novos que arranjaram pra mim: colecistectomia e esplenomegalia. Ainda não estudei isso, como diria o aluno que foge da matéria...
Agora, o que importa mesmo é saber se diante desse resultado ainda persistirá a ideia de enveredar pelo caminho da cirurgia... isso, saberei amanhã quando me for dito pelo meu médico! Até lá tem uma noite no meio do caminho... durmam bem, tentarei fazer isso também, nem que seja tomando suco de maracujá sem açúcar! Fiquem com Deus!

segunda-feira, 30 de abril de 2012

Realização da Ressonância Magnética

Realizei hoje a Ressonância Magnética depois que o exame foi analisado e autorizado por uma médica perita da GEAP Paraíba, a quem agradeço pelo empenho e pronto atendimento quando estive pessoalmente naquela unidade estadual da GEAP, ainda na sexta-feira passada - dia em que estava marcado o referido exame e que estava negado pela Auditoria, sediada na capital federal.
Ressalto que o exame havia sido autorizado antes mesmo de fazer a minha postagem anterior, em forma de denúncia/desabafo pelo descaso praticado na esfera da Direção Geral, repito, localizada em Brasília-DF. Fiz a postagem para que o fato não volte a ocorrer! Para que sejamos atendidos nas nossas necessidades sem ter que procurar outras vias, ou recorrer a favores pessoais. Não quero ser tratado de forma diferenciada dos demais usuários por ter prestado, por mais de uma década, um trabalho de controle social, no qual sempre defendíamos os milhares de usuários - por ter passado pelo Conselho Estadual, na condição de membro e depois na de presidente; por ter estado, juntamente com outros companheiros e companheiras, em diversos encontros regionais, nacionais, seminários, etc... sempre levantando a bandeira de luta pelos nossos direitos de acesso e a garantia do nosso patrimônio (Pecúlio administrado por aquela Fundação).
Quero sim, ser tratado com respeito, assim como todos os demais usuários! E autorizar os exames requisitados é o mínimo que podemos esperar - garantir que tenhamos um atendimento digno, livre dos preconceitos, muitas vezes praticados por alguns dos nossos prestadores de serviços. Assim como quem chega a terceira idade merece a preferência no atendimento, os pacientes portadores de doenças crônicas, degerativas, vulgarmente chamados de pacientes terminais, também são enquadrados nesse rol de usuários. Coisa que a GEAP parece desconhecer! Não me importo, se para ter os meus direitos assegurados, devo ser "marcado" no sistema. Isso evitaria alguns transtornos. Com foi o o de chegar ao hospital para realizar cirurgia para retirada da tiróide - tive que esperar pela autorização da GEAP, no saguão do hospital, por quase duas horas! Em outro momento, esperei por mais de 10 dias que fosse autorizado um procedimento para implante de catéter no canal biliar (o que graças a Deus foi adiado pelo médico)... tem muitas outras situações desrespeitosa pelas quais já passamos.
Na semana passada foi a gota d´água... vi que era preciso denunciar estes absurdos. Repito, mesmo que tenha sido contornado pela auditoria médica local, na pessoa de uma médica, Vitória, a quem, mais uma vez, agradeço pelo pronto atendimento recebido.
Se cometi algum erro ao denunciar, reconheço ter sido o de ter permanecido calado diante dos fatos aqui relatados. Daqui para frente não ficarei mais passivo, afinal, nunca tive este perfil medíocre de ver os nossos direitos serem tragados de forma descarada sem esboçar nenhum tipo de reação! Continuamos na luta, com a graça de Deus! Amém!

sábado, 28 de abril de 2012

GEAP Saúde nega exames a pacientes!

Pela segunda vez em menos de trinta dias passei o vexame, na Clínica, ao saber que a GEAP Saúde, plano que venho pagando há 30 anos - descontado em contra-cheque (portanto, sem que tenha havido um dia de atraso), não havia autorizada a realização da Ressonância Magnética e devidamente requisitada pelo médico.
Fiquei sabendo pelos funcionários da clínica que tal fato vem ocorrendo de forma mais amiúde desde que mudaram a chefia da Auditoria Médica sediada na cidade de Brasília-DF. Um absurdo e abuso de quem age de forma insana, ao deixar de autorizar um exame de imagem para quem vem, como eu, tentando combater um câncer de fígado desde 2008.
Se é coincidência ou não deixo para que a consciência dessa auditoria, possa que ela refletir para checar se lembram da premissa de que "cada caso é um caso". Nenhum sistema de informática age por conta própria, pelo menos até agora. É necessário um comando. Essa auditoria parece estar programada para cortar gastos, não importando se estão colocando a vida de terceiros em risco de morte. Ora, se o médico requisita um exame de imagens será por mera curiosidade? Ou realmente o paciente precisa do resultado desse exame?
Portanto, minha senhora, chefe dessa douta auditoria médica, lembre-se do seu juramento médico prestado no momento da sua colação de grau - não se deixe levar pelo capitalismo agressivo praticado pelo mercado da saúde. É nesse nicho que a "nossa" GEAP está enveredando. Não pense que desautorizando este ou aquele exame estará contribuindo para a subsistência do plano e, consequentemente, do seu salário. Não coloque essa condição na frente da decisão. Mas, analise cada caso. Não bastasse ter que me submeter a dolorosos procedimentos médicos, ainda tenho que combater os tecnocratas de plantão. Basta ler o meu histórico e de tantas outras pessoas que estão tendo os seus direitos negados, protelados e que muitas vezes nem conseguem ver o resultado da peleja quando partem para a disputa na Justiça - para onde acabam convergindo essa quebra de braços - tamanha é a demora. 
Mais do que uma denúncia, esta postagem é um desabafo, uma crítica ao modo como estão agindo e tratando de quem mantém verdadeiramente em funcionamento o plano de saúde. Somos nós quem pagamos os salários de todos os funcionários, incluíndo dessa auditoria e as mordomias, muitas vezes presenciadas nas idas as salas dos Conselhos - órgão a quem também dirijo estas minhas palavras.
Não podemos aceitar o crescimento dessa onda desastrosa e devemos lutar contra, antes que se transforme numa tsunami.
Só mais um lembrete, a cada saída de um usuário - pela falta de condições de arcar com o elevado das taxas - necessária se faz a entrada de outro a fim de manter o "equilíbrio" das contas. Dessa maneira, negando exames e aumentando os descontos estamos fadados ao fim antes mesmo do fim do  mundo previsto pela civilização Maia. Acredito que eles também tinham um plano de saúde, assim como é o GEAP Saúde... solidário nas despesas e desigual nos benefícios.
É hora de mudar, companheiros! Pode ser sem a vírgula também...

terça-feira, 24 de abril de 2012

Tribos de Abadiânia-GO

Nesta minha segunda vez à cidade de Abadiânia-GO percebo o quanto ela é diversificada, parece que pelas suas ruas, nas proximidades da Casa de Dom Inácio circulam pessoas do mundo inteiro. A cor branca predomina nos trajes dos mais diversos modelos, sem a preocupação de sentir-se mais bonita, aqui nada é mais importante do que a espiritualidade.
As falas muitas vezes são incompreendidas pelos que estão ao redor, cada grupo falando na sua língua mãe gerando uma mistura de enredos. Você entendeu?, acaba virando "doiu stend-me?"  A cor da pele varia do rosado, branco que ficou exposto por muito tempo ao sol, ao mais natural, denunciando as origens de cada tribo.
 
O que toda essa gente tem em comum, para que estão se encontrando nos confins do serrado brasileiro? A resposta é fácil, qualquer um logo acerta ao responder que todos buscam ajuda espiritual para os seus problemas, seja na restauração da saúde física, seja mental. Ai todos falam na mesma língua, todos entendem o que cada um procura e todos olham e caminham na mesma direção. Neste momento sinto uma tremenda sensação de coisa boa no ar, é como se os ares desta parte da cidade fosse recheado de muita energia positiva. Confesso que adoraria passar uma boa temporada aqui, renovando o espírito.
Amanhã vai ser o meu segundo momento na Casa, vou para a fila da segunda vez... pelo movimento observado na tarde de hoje, será grande o número de pessoas que vão estar presentes. Mas, essa parte deixarei para relatar amanhã!

segunda-feira, 23 de abril de 2012

De volta à Abadiânia

Amanhã cedinho mbarcarei de retorno à Abadiânia-GO para a segunda consulta na Casa de Dom Inácio de Loyola. Para quem vem acompanhando este blog sabe que estive lá no final de fevereiro, dando início ao tratamento espiritual, pelas mãos do médium João de Deus.
Ontem estive pensando nas coisas da coisa e me veio a mente o fato de que ao tomar conhecimento das curas promovidas naquela casa de orações, logo tomei a decisão de ir em busca da atenção daqueles que se propõem, mesmo desencarnados, propriciar trabalhos ainda no plano terreno. Acreditei, fui e não me arrependi por isso. Ao contrário, fiz tudo conforme me fora orientado quando lá estive.
Uma coisa me chama a atenção e gosto de expor as minhas deduções e estar diretamente relacionado com a casa e a nova técnica cirúrgica: o tempo. Somente após a minha ida à Abadiânia, ser consultado, orientado a retornar para outra consulta, foi que tomamos, todos nós, conhecimento da existência de tal alternativa cirúrgica. Coincidência, pode dizer alguns. Os eventos não se relacionam, diriam outros. Mas, nada que digam vai mudar o meu modo de ver o que acho esteja acontecendo. Primeiro acredito que existam correlação entre si e esta pode ser a resposta a tantos pedidos de cura que foram feitos ao longo desse período todo. Então, por que desprezá-lo? Devo mais é agradecer a Deus por tudo que tem permitido com relação a minha pessoa.
Vou amanhã e levo comigo na babagem a convicção de que estou indo ao local certo, vou buscar o que me falta nesse momento: a saúde plena! Sei que não a trarei na mala, nem sob as minhas vestimentas, mas a trarei em forma de semente, a ser germinada, regada para que possa ser vigorosa.
Na minha volta, antecipada em um dia, estarei realizando um dos primeiros exames pré-operatório desta quarta cirurgia: Uma Ressonância magnética com medição do volume do tumor e da parte não afetada, a banda boa - a que tem dado conta do recado! Aguardem que estarei postando todo esse processo, desejoso de mudar o foco desse blog. O que farei com a graça de Deus, amém!   

sexta-feira, 20 de abril de 2012

Nova cirurgia hepática!

Como dito anteriormente hoje na consulta médica saberíamos se temos ou não chances de fazer outra cirurgia hepática, usando uma técnica ainda muito nova na história da medicina. O meu médico retornou do Congresso em São Paulo, com quem discutiu o meu caso, à luz do meu quadro clínico e do resultado da última TC do abdome. Segundo ele me relatou, de forma bastante descontraída, todos foram de acordo com a realização do procedimento.
Uma pergunta que ele me fez me deixou mais tranquilo ainda: "Vamos retirar esse tumor?" Isso soou como uma luz no fim do túnel, me fez recordar uma frase de outro médico, quando perguntei a ele se eu ainda tinha câncer no meu estômago, tendo ele respondido: "o câncer do estômago foi retirado pela cirurgia... a quimio que você usa é para combater a metástase do fígado." Por analogia, podemos deduzir que o sucesso da cirurgia em vista vai me deixar livre da quimioterapia, sem dúvidas será uma grande bênção.

ENTENDENDO O PROCEDIMENTO

Depois de uma curta conversa deu para captar como será realizada a cirurgia; num primeiro momento ocorrerá a separação do fígado em duas partes, a parte ruim (contendo o tumor) ficará afastada da parte boa, interligada entre si pelas conexões mínimas para evitar que o sistema sinta a sua falta e acione o alarme, que poderia desencadear o caos internamente: cadê o fígado desse cara? não deixem que saia (nem por baixo, nem por cima); precisamos dele agora para despachar a bilis... o intestino está esperando ai gente... Em pouco tempo ninguém iria se entender mais lá por dentro, e aqui fora já poderiam ir contratando as mulhers pra chorar no velório! Pois seria questão de dias, diria que uma semana apenas - ninguém vive sem fígado mais do que esse tempo todo.
Bom, como disse antes, para evitar tudo isso, o cirurgião vai deixar a parte ruim guardadinha, provavelmente, dentro de um saquinho plástico (bem que poderia ser num depósito da tapawere que pode ser levado ao freezer) por até 14 dias... nesse ínterim ficarei hospitalizado, navegando na net para atualizar o blog, fazendo palavras cruzadas, lendo um bom livro, recebendo visitas... dando trabalho aos acompanhantes que certamente farão revezamento de plantões... enfim, ficarei sendo monitorado, aguaando a parte boa do fígado para que ele cresça, ocupando o espaço vazio e possa atuar novamente sozinho, livre do tumor.
Naturalmente que antes de obter a alta, terei que retornar ao bloco cirúrgico para retirar de uma vez a parte ruim, jogando para bem longe de todos - nem me incomodo que vá direto para o barril do lixo hospitalar, que é lá o seu lugar! Bicho nojento, peçonhento! Vaza, o meu fígado não te pertence! 

E aí, entenderam direitinho o que me vem pela frente, literalmente? Será a quarta cirurgia em quatro anos, uma boa média...
Nem quero fazer as contas de quantos dias terei que ficar no hospital... somou? 14 mais 5, dezenove dias, vinte dias, não importa. O importante é poder sair caminhando e agradecendo a Deus por mais uma oportunidade de vida, que venho tentando merecer a cada novo dia. Amém!

quarta-feira, 18 de abril de 2012

Experiência num campo de concentração

Por: CÍNTHIA GALIZA*

Viktor Emil Frankl (1905 – 1997), escritor e psiquiatra austríaco, considerado o fundador da escola da Logoterapia, que significa explorar o sentido de vida do indivíduo perpassando sua dimensão espiritual da existência humana, em outras palavras, seria o estudo na busca pelo sentido. Frankl vivenciou uma experiência de grande humilhação e perda do sentido de sua vida, em um dado momento de sua existência.

No período da II Guerra Mundial ele e sua família foram deportados para diferentes campos de concentração nazistas Auschwtiz (um pouco mais a frente ele foi transferido para um campo filiar em Dachau, na Baviera), tendo ele recebido a tatuagem de prisioneiro nº 119.104, ficou enclausurado no sul da Polônia, símbolo do Holocausto provocado pelo poderio de Adolf Hitler, local em que se encontravam três campos de concentração principais e trinta e nove campos de concetração auxiliares para execução de seres humanos. Ficou preso dentro deste campo de concentração, por alguns anos, sendo libertado no final da Guerra.

Mesmo com sérios motivos para se entregar a morte, ou mesmo para desenvolver transtornos mentais graves, após perder grande parte de seus familiares no próprio campo de concentração: sua esposa, seus pais, irmão, amigos, exceto uma única irmã. Ele passou a todo instante a se perguntar como e o porquê havia sobrevivido e o que fazer depois dessa experiência, uma vez que foi lhe dada uma nova oportunidade de recomeçar uma nova vida. Sem sombra de dúvida, sua experiência, serviu para desenvolver novas formas de tentar entender os processos da psique humana. Ele acreditava que o existir é inerente ao ser humano. Quando a pessoa está desprovida desse existir vem-se o vazio existencial. O homem, busca através de sua dimensão espiritual, encontrar sentido em cada situação da vida e busca por dar-lhe uma resposta adequada. Experiências do campo religioso e espiritual foram em muitos momentos vivenciadas por Frankl, apesar de ter sentido “fome, humilhação, medo e profunda raiva das injustiças”; ele conseguiu visualizar a emissão de comportamentos bons de companheiros dentro do campo de concentração.

Frankl, se diferencia dos outros estudiosos da época, e mostra de maneira clara e firme o não pessimismo e sua expressão religiosa, mesmo depois de ter enfrentado experiências trágicas, ele se coloca na vida como aquele que “assume uma visão surpreendentemente positiva da capacidade humana de transceder sua situação difícil e descobrir uma adequada verdade orientadora”, palavras dele.

Vivenciar a cada instante a sensação de morte iminente, e sobreviver com sanidade mental, é realmente transcender todos os escritos que a história da psicotapatologia nos aborda e transcreve. A explicação que pode ser dada pode-se dizer que vem de uma outra verdade mental, a qual nem todos tiveram ou terão a oportunidade de sentir, vivenciar ou mesmo transceder. Esta ligação com algo superior, que estava presente para além do corpo esquelético coberto apenas com uma pele frágil, seca e cheia de piolhos pode ser mais forte que seu destino exterior. Segundo ele mesmo; tal experiência vivida jamais será esquecida.
_______________________________
*Psicóloga, Pós graduada em Psicologia Cognitiva Comportamental, Estratégia Saúde da Família, Gestão do Cuidado em Saúde, Mestre em Ciências das Religiões e Doutoranda em Educação pela UFPB. Conselheira Vice-Presidente do CRP 13, Coordenadora Estratégica do Centro Formador de Recursos Humanos do Estado da Paraíba.

Este texto formidável, e dentro do meu atual contexto, foi enviado pela minha grande amiga Cínthia, como presente pela passagem do Dia do Amigo comemorado na data de hoje. A quem agradeço pela sinceridade da sua amizade e pela contribuição ao Blog. Na sua apresentação, Cínthia esqueceu de informar que atualmente está curtindo os primeiros momentos da sua primogênita, portanto, possuidora da maior das titularidades da mulher: ser MÃE! Parabéns Maria Luíza pela sua chegada. Beijão a tod@s os meu amigos! Fiquem com Deus!

terça-feira, 17 de abril de 2012

O leão da receita

A mordida do leão continua até a próxima semana, quem ainda não prestou contas com o bicho aconselho a não deixar para última hora, lembrando que o prazo final para evitar a multa por atraso é até o dia 30, segunda-feira. Fiz mais de oitenta declarações e a maioria delas com direito a restituição de parte do imposto que foi recolhido na fonte, ao longo do ano passado. A minha também já foi enviada e mais uma vez vou ter que pagar mais ainda além do que já descontaram dos meus rendimentos.
Infelizmente o imposto continua onerando apenas os assalariados que não têm como se defender das investidas felinas. Recai, portanto, sobre os ombros dos trabalhadores a carga maior, principalmente aos que gostam de pensar que fazem parte da classe média.

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Última sessão de quimioterapia

Várias foram as sessões de quimioterapia ao longo desses últimos dois anos, muitas delas com intervalos entre si bem maiores que o devido de forma deliberada ou por inconveniências outras que foram sendo vencidas. Mesmo assim, o tumor continuou avançando... dando o seu abraço mortal. O organismo de uma maneira geral não tem deixado transparecer toda essa situação interna, somada com os incômodos gastrointestinais que surgiram com a retomada da quimioterapia.
Acredito que tenho motivos para festejar o nascer de um novo dia, todas as vezes que vejo o raiar do sol e de agradecimentos por vê-lo deitar-se ao final do dia. E tem sido assim. Com essa postura positivista e de esperança vou absorvendo o bálsamo da vida, encontrando em tudo motivo para continuar nessa trajetória da vida terrena. Lembrando que não é do corpo que tenho falado, mas do espírito que nele habita - verdadeira razão de viver! O corpo é apenas uma vestimenta, na liguagem espiritualista, da qual o espírito se utiliza para cumprir nesse plano da vida a sua missão em busca do crescimento, do aperfeiçoamento.
Nesses últimos tempos, tenho aprendido muita coisa e, na mesma velocidade, tento repassar esses novos conhecimentos adiante. Uma delas, talvez a mais importante, é a necessidade que temos de nos desapegar de tudo que seja material e isso se dar com muita força de vontade. Confesso que não tem sido difícil assumir uma postura menos materialista a cada dia, e agindo dessa forma tiramos um grande peso dos nossos ombros. Sei que para muitas pessoas não é tarefa nada fácil, assim como não é fácil livrar-se de vícios como fumar ou beber.
Não foi com a doença instalada que resolvi mudar. Não se trata de mudança de comportamento buscando a salvação eterna, não precisei buscar templos para compreender minimamente um dos motivos da nossa passagem pelo planeta Terra. Afinal, entre o céu e a terra existem muito mais do que podemos entender. Precisamos vibrar de forma positiva para o bem coletivo, pensando positivo atraimos bons fluídos, assim como o pensamento negativo pode desencadear processos degenerativos e até enfermidades.
Estamos bem próximos de receber a notícia médica, dando-nos conta da possibilidade ou não de encarar essa nova técnica para tentar eliminar o tumor. Sei que outras pessoas estariam se descabelando de ansiedade... todavia, estou muito lúcido. Lembro da Lei de Murphy, se tiver que dar certo, dará... está escrito nas estrelas! Claro que algo mexe dentro de mim, principalmente por ter vindo no momento de fragilidade promovido pela última sessão de quimioterapia (dias 11, 12 e 13), provocando momentos bipolares - alternando entre o bom humor e o silêncio profundo, típico de quando não quero muita conversa. Foi assim o meu final de semana, e isso refletiu no metabolismo, que estava quase sob controle, levando-me a idas incontáveis ao trono.
Como disse anteriormente, só me resta esperar... e isso tenho feito muito bem, esperar em Deus, acreditando que tenho recebido o quinhão que me cabe, o fardo que posso suportar nesse processo de crescimento espiritual. Por enquanto, fico por aqui desejando paz e saúde a tod@s!

sábado, 14 de abril de 2012

Detalhes do novo procedimento

Para responder ao questionamento feito por uma leitora amiga resolvi redigir esta postagem, assim, quem sabe servirá para esclarecer a outras pessoas que estejam com a mesm dúvida.
"Gostaria muito de poder tecer mais comentários acerca desse novo procedimento, mas não posso fazê-lo por falta de conhecimento suficiente para divagar sobre o assunto. Você sabe que as consultas médicas são muito rápidas, e não foi diferente dessa última vez. Entretanto, na próxima quinta-feira, estarei retornando ao médico hepatologiskta quando o mesmo estará de retorno da conferência internacional que ocorrerá em São Paulo. Aí sim, pedirei que ele me fale de todos os detalhes desse procedimento e com essas informações poderei responder aos seus questionamentos.
Espero que seja possível atingir um maior número de pessoas.
Acredito que o meu caso também esteja ocorrendo o que vc chamou de invasão portal... a veia porta que passa por dentro do fígado, conduzindo a bílis, está sendo "abraçada" pelo tumor e isso não dar certo... o que se pretende fazer agora é retirar essa parte aos poucos, pelo que entendi será feita em dois momentos cirúrgicos. Não podemos retirar de uma vez a parte necrosada, por ela está muito grande e o que restaria não daria conta das funções do fígado e o fim seria em questão de uma semana!!! E isso eu não quero, não podemos correr esse risco. É nosso dever buscar todas as alternativas possíveis que possam oferecer um percentual significativo de sucesso.
É esperar, acreditando em Deus!
Abraços,"

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Nova técnica de cirurgia hepática

Hoje pela manhã realizei consulta médica com especialista na hepatologia, o mesmo que realizou a minha hepactomia parcial (vide postagens sobre o assunto no Blog) e fiquei sabendo que o meu etado atual, demonstrado na última TC do Abdome, não me daria chance de novo procedimento cirúrgico para eliminar a parte necrosada atualmente detectada, pelo seu tamanho, o que sobraria de parte boa do fígado não teria condições de garantir o funcionamento do organismo; ou seja, seria antecipar o momento da minha partida deste plano terrestre. O meu espírito passaria a vibrar em outras dimensões cósmicas!
Entretanto, como tem sido a minha vida inteira cheia de surpresas e, nos momentos em que nada mais poderia ser feito, eis que surge uma luz no fim do túnel clareando e renovando a esperança em dias melhores, senão em momentos diferentes para que eu possa vir aqui e relatar, coisa que tenho feito com muita alegria.
Esta nova luz tem como fonte de energia uma técnica nova, que vem sendo aprimorada nesse último ano, por um especialista estrangeiro e com uma única realização desse tipo aqui no nosso estado. Tal procedimento a que nos referimos foi realizado há pouco mais de um mês em um pacente do meu médico, Dr. Cássio Virgilio, que também foi o responsável pelo primeiro transplante de fígado por aqui. Na próxima semana ele (médico) estará participando de um Congresso Internacional de Cirurgias Hepáticas, na cidade de São Paulo, aonde discutirá o meu caso com o tal especialista, para tanto vai levando na bagagem as imagens da minha TC. Já no seu regresso, quinta-feira vindoura, dirá se vamos ou não tentar esta nova técnica.
A princípio, mesmo sendo um procedimento invasivo e de alto risco, com chances imprevisíveis de acerto, não tenho do que temer. No mínimo estarei prestando um grande serviço à medicina, a medida que não deixa de ser um teste, cujo resultado servirá para nortear a ala médica nesse percurso de combate ao câncer, sempre na vontade de acertar e garantir a sobrevida daqueles que deles dependem. Mesmo com o pavor que criei da permanência em UTI, e nesse caso, não tem como não passar as primeiras quarenta e oito horas ali confinado, já tomei a decisão: se for possível realizar o procedimento, se for indicativo da equipe médica, tentarei sem vacilar!!!
Vamos agurdar o desfecho de mais esse capítulo da minha vida, que não será certamente o último, com a graça de Deus! Amém!

Barra lateral sumiu...

Estou diante de outro problema de ordem técnica com o Blog, para mim a barra lateral sumiu... tenho buscado a correção e não consegui ainda a solução. Espero que em breve eu possa fazer esse danado voltar ao normal. Na verdade os seus elementos estão aparecendo logo abaixo das postagens... mas vão voltar para ocupar a lateral, ah se vão...
Dicas serão úteis, basta postá-las nos comentários ou enviá-las para o meu e-mail: kader42@yahoo.com.br.
Obrigado pela compreensão!

terça-feira, 10 de abril de 2012

Resolvido o problema...

Depois de recorrer ao Sr. Google, estou retomando o controle do Blog. Foi preciso limpar o histórico e os cookies, assim não aparece mais a mensagem de erro! É vivendo (lendo) e aprendendo!
Estou na Clínica de Oncologia, depois de quase um mês ausente, à espera de falar com o Dr. Marcos. Trago na bagagem, além dos exames solicitados, a vontade de continuar em frente. Confesso que nesses últimos tempos, ao interpretar sozinho o laudo da última TC do Abdome e comparando-o com os dois anteriores, percebendo que o tumor estar em ascendência contínua, parecia que era chegada a hora de desistir de continuar com o tratamento quimioterápico...
Entretanto, aconselhando-me com várias pessoas da área de saúde e com outras pessoas amigas, surgiram algumas interrrogações: "Se não fosse pela quimioterapia, será que eu teria chegado até aqui?" "Como eu estaria, caso tivesse desistido lá no começo do tratamento?" Não temos respostas para esses questionamentos, mas, provavelmente, não estaria melhor do que estou agora.
Alguns falam em "qualidade de vida" e acredito que ainda estou tendo garantida essa condição de vida. Afinal, mesmo com algumas limitações físicas, tenho participado ativamente de vários momentos importantes na vida dos meus entes queridos, ainda continuo participando efetivamente no meu ambiente de trabalho, permito-me realizar passeios e viagens com o carro sob a minha direção... enfim, não posso e não tenho do que reclamar da vida.
Claro que o meu olhar tem sido para um breve futuro, quero dizer, não faço planos para daqui a um ano, tenho planejado a minha vida para o próximo trimestre. Sempre com pensamento otimista. Dentro desse próximo trimestre, por exemplo, tem os festejos juninos, colação de grau das minhas duas filhas (Priscila - Direito e Pollyana - Administração) e quero estar em condições de participar de forma ativa e presente. Para isso, peço a Deus que me permita vivenciar esses momentos de conquista e de realização.
Olho para trás e percebo o quanto foi possível viver desde os idos de 2008, momento inicial dessa nova fase da minha vida:

- nascimento da minha primeira neta: Ana Vitória!
- comemoração dos três aniversários dela!
- primeiro dia de aula de Ana Vitória!
- nomeação de Priscila para o seu primeiro cargo público!
- efetivação de Pollyana no seu local de trabalho, passando de estagiária para efetiva!
- formatura de um sobrinho;
- aprovação no vestibular de outros dois sobrinhos;
- aniversário de 80 anos do meu pai! 
- mudança de habitat dos meus pais!

Isso para citar algumas passagens importantes na minha vida. Acrescente-se a isso o fato de que tenho dormido bem, me alimentado bem (atualmente mesmo após a quimio) e, como disse antes, realizado as minhas viagens a passeio:

- Natal-RN; Maceió-AL; Recife-PE, Fortaleza-CE; Brasília-DF; Caruaru-PE, Gravatá-PE, Bezerros-PE,  Bananeiras-PB.

Portanto, muitas tem sido as realizações, conquistas e descobertas nesse período que poderíamos classificar de "tenebroso". Uma coisa eu posso afirmar, tudo isso se deve ao respeito à vida, à vontade de superar todos os momentos que se apresentam nebulosos ou incertos. Por isso estou aqui de volta, literalmente, na clínica oncológica, postando esses fatos e episódios para nortear aqueles que buscam uma palavra de conforto: afirmando que de nada adiantam as lamúrias, o que vale é a manutenção da vontade de continuar vivendo! Fiquem com Deus! Amém!

sábado, 7 de abril de 2012

Vale do Paraíso

Desde ontem estamos no paraíso... e não é sonho. O paraíso existe e estar localizado a poucos quilômetros de distancia de casa. Fica no município de Bananeiras, brejo da Paraíba e de carro o percurso não demora mais que duas horas e meia. 
Na verdade estou falando é do Hotel Fazenda Vale do Paraíso, local aprazível que pela terceira vez nos acolhe para passarmos feriados prolongados. São chalés, em cujas características prevale a rusticidade. O clima local, frio úmido, dispensa o uso de condicionadores de ar e de ventiladores. 
A administração do hotel contrasta com a decoração rústica, prevalecendo na pessoa da Daniele a gentileza e a presteza no atendimento e no comando da sua equipe, sempre em prol da satisfação dos seus hóspedes. 
Estamos ocupando um dos chalés voltados para o vale que nos propicia uma vista admirável e geral da cidade de Bananeiras. Realmente, estamos no paraíso... no Vale do Paraíso!
Mais tarde, postarei algumas fotos do local e dos pontos que ainda pretendemos visitar ao longo desse dia.


terça-feira, 3 de abril de 2012

Professor Pardal

Vi aqui na Internet uma matéria sobre as invenções que mataram os seus inventores, de forma direta ou indiretamente, o que me fez lembrar de pronto a velha lenda do sonho de Ícaro: voar usando asas feitas de cera de mel de abelhas! Talvez tenha sido ele o primeiro inventor vitimado pela sua própria invenção (sic). Na verdade, é um assunto sério e nos mostra que no mundo atual e globalizado faltam-nos esses velhos "professores pardais" que, na sua loucura e descuido, acabaram com a própria vida - não sem antes deixarem para trás os seus legados e ensinamentos.
A matéria mostra dez desses grandes inventores/pesquisadores/cientistas, não importa o nome dado a eles, sabemos que é uma pequena amostra, considerando que este número é incalculável em função da falta de registros reais.

Aqui vou destacar aqueles que voltaram-se para o campo da saúde:

"Alexander Bogdanov - Bogdanov foi um médico russo, filósofo, economista, escritor de ficção científica e revolucionário. Em 1924, ele começou experimentos com transfusão de sangue em busca da eterna juventude. Depois de 11 transfusões em si mesmo, ele realizou o procedimento com o sangue de um paciente infectado com malária e tuberculose, morrendo pouco tempo depois."

"Elizabeth Ascheim - Casada com um médico, Elizabeth Fleischman Ascheim deixou seu emprego como contadora para estudar ciência elétrica. Ao lado do marido, criou o primeiro laboratório de raios X em São Francisco. Após vários testes com as máquinas, sem qualquer tipo de proteção, ela foi acometida por um câncer agressivo, que a levou à morte."

"Karl Wilhelm - Scheele foi um brilhante químico farmacêutico que descobriu muitos elementos químicos, sendo o mais notável deles o oxigênio. O hábito de experimentar o sabor de suas descobertas fez com que ele morresse com sintomas similares ao do envenenamento por mercúrio."

Outras invenções que certamente serviram de inspiração e de cuidados redobrados por aqueles que resolveram dar continuidade ao tema.

"Franz Reichelt - O alfaiate austríaco ficou famoso mundialmente ao inventar uma combinação de um sobretudo com paraquedas. O único teste de sua invenção, no entanto, foi feito pelo próprio criador, que saltou do primeiro andar da Torre Eiffel. Seu invento não funcionou ."

"Horace Lawson Hunley - O engenheiro naval americano criou o primeiro submarino de combate, o H.L. Hunley, durante a Guerra Civil Americana. Ao todo, foram realizados três testes com o veículo, que não voltou à superfície em nenhuma das vezes. Na última deles morreram os nove tripulantes, incluindo o próprio Horace."

"Louis Slotin - Físico canadense do Projeto Manhattan, ele realizou um experimento de risco conhecido como “cutucando o rabo do dragão” que envolvia dois hemisférios de berílio mantidos juntos em torno de um núcleo de plutônio. O cientista deixou que uma das semiesferas tocasse a outra acidentalmente, que causou uma fissão nuclear. Slotin absorveu uma dose letal de radiação e morreu uma semana depois."

"Marie Curie - Primeira pessoa na história a receber dois prêmios Nobel em campos diferentes (química e física) e primeira professora mulher da Universidade de Paris, Marie Curie descobriu junto de seu marido o elemento rádio. A constante exposição à radiação fez com que ele desenvolvesse leucemia. A doença progrediu e Marie morreu em 1934."

"Max Valier - Pioneiro na construção de foguetes, o austríaco Max Valier fez com sucesso o test drive de um foguete de combustível líquido na Alemanha, em 1930. A tragédia veio no mês posterior. Valier trabalhava em seu laboratório, em Berlim, quando um dos motores que ele desenvolveu explodiu e Um pedaço de metal voou direto em sua artéria pulmonar.

Algumas "invenções" nem chegaram a lograr sucesso, pelo menos da forma como a que foi sugerida a seguir. Imagine como seria o tráfego aéreo se essa "coisa" tivesse decolado de verdade...

"Otto Lilienthal - Primeiro homem a realizar repetidos voos planados com sucesso, morreu em agosto de 1896, um dia após cair de uma altura de 17 metros e quebrar a espinha dorsal. Suas últimas palavras foram: 'Sacrifícios precisam ser feitos'."

Seria de fato um grande sacrifício, talvez maior do que as suas benesses, infelizmente o coitado caiu do alto para quebrar a espinha dorsal, melhor ainda foi que Santos Dumont percebeu que o céu poderia ser conquistado de forma menos alegórica e mais segura. E viva o nosso patrício!

sábado, 31 de março de 2012

Resultado da TC Abdome

Após dois dias de ansiedade, apesar de não ter sido esse o primeiro dos exames, me vi diante do resultado da Tomografia do Abdome realizada no início desta semana. Com cuidado, retiro o lacre do envelope, na esperança de que não pareça ter sido aberto antes do médico. É difícil essa operação. Mas, não é impossível.
Aos nossos olhos surgem uma verdade descrita com palavras desconhecidas ou com significado estranho à nossa compreensão. Outros termos acabamos sabendo do que se trata, do tipo "hipertrofia compensatória do lobo esquerdo" - já sei é o efeito lagartixa, já comentado em postagens anteriores. Na sequência, porém, resta a dúvida do que estar ocorrendo lá por dentro do nosso corpo: "aonde observamos uma lesão expansiva sólida que apresentou realce heterogêneo pelo meio do contraste iodado, delimitando áreas degeneração cística/necrótica no seu interior..." O que é isso meu Deus?!
Terei que esperar mais doze dias até chegar a hora da consulta de retorno, devido o feriado da semana santa, a consulta não será possível ser na próxima semana.
Ainda tem mais coisas entre o início e a parte conclusiva do laudo médico, é como lembrar de que entre o céu e a terra existe muito mais do que não podemos entender.
A conclusão do laudo: "Exame de controle evolutivo. Comparativamente ao estudo anterior disponível de 13/01/2012 achamos que houve apenas um pequeno aumento da lesão expansiva residual no lobo esquerdo acima mencionado."
Confesso que gostaria muito que o resultado da TC fosse resumida a sua conclusão...
Um fato me deixou um tanto apreensivo, ao tentar interpretar o que o médico viu nas imagens ao relatar: "Notamos ainda certa dilatação da árvore biliar intra-hepática na periferia do lobo esquerdo, possivelmente pela obstrução biliar proximal na região do hilo devido ao efeito da compressão extrínseca/envolvimento pela massa supracitada."
Pelo viso está nascendo um jardim ou uma floresta (árvore) dentro de mim, e pelo visto rodeada por uma favela (periferia) e o encanamento parece entupido (obstrução biliar), próximo a região das múmias (rio hilo ou nilo?)
Bom, nada mais posso dizer. Vamos aguardar. Com a palavra o doutor!
Bom final de semana, boa páscoa para todos e que reine a paz, sempre! Deus seja louvado. Amém!

terça-feira, 27 de março de 2012

Pet Scan em João Pessoa

Uma notícia que mais se parece com um furo de reportagem; fiquei sabendo que em breve o famoso PET SCAN será realizado também na nossa cidade de João Pessoa. Uma clínica da cidade já estar adaptando um espaço físico para a instalação do equipamento. Procurei maiores detalhes sobre o assunto sobre a equipe de Supervisão, mas não quiseram adiantar nada sob a alegação de que a Diretoria da Clínica ainda não havia repassado a eles nenhum dado concreto... bom, pelos menos ouvi durante o tempo que estive em atendimento, para realizar uma tomografia, muitas batidas de marretas quebrando paredes e até visualizei uma porta com placa de "EM OBRA".
Uma das funcionárias perguntou-me como era o equipamento... e eu então, juntando a minha sapiência, fui logo explicando da semelhança com o tomógrafo e da particularidade do contraste. Uma oportunidade para ser útil, dando essas informações e outras mais.
Não sei qual a razão das pessoas em negar que ali está sendo preparado o ambiente necessário para o funcionamento desse serviço de suma importância para o tratamento de pacientes portadores de câncer.
De qualquer forma, confirmado ou não pela supervisora, a notícia corre pelos corredores daquela Clínica (deixo de diivulgar o nome por questões óbvias). É esperar para confirmar o que anunciando nesse momento e de antemão parabenizar a diretoria daquele centro de imagens por esta iniciativa de continuar oferecendo bons serviços aos pacientes, evitando, assim, que haja deslocamentos dos mesmos para outros centros urbanos vizinhos. Atualmente, aqui no Nordeste, o PET vem sendo realizado na cidade do Recife, Fortaleza e Salvador.
Vixi Maria, minha mãe... João Pessoa figurando entre os grandes centros urbanos e tornando referência para outras cidades. Vai ser tão bom, não foi bichinho?! Assim espero que sejam tocadas as obras, como cúpula de coelhos... rápida e precisa!
Vamos aguardar! Fiquem na paz de Deus. 

sábado, 17 de março de 2012

UNIMED-JP Promove Palestra sobre Curas Espirituais

Na noite de quarta-feira, 14 de março, no auditório do Hospital da UNIMED/JP, foi realizada uma palestra cujo tema ainda é tabu para muita gente: "Cururgias Espirituais e Casos Clínicos" proferida pela economista Raimunda Neves Couras. A palestra foi baseada na dissertação da economista formulada para defender a tese no mestrado no Programa de Pós-Graduação em Ciências das Religiões, da Universidade Federal da Paraíba.
O auditório ficou lotado por profissionais da saúde e o público em geral - e lá estava eu. A palestrante apresentou três estudos de caso, todos reais, de pessoas que fizeram cirurgias espirituais, num Centro Espírita localizado na nossa cidade de João Pessoa, através do espiríto de um médico alemão que viveu durante a segunda grande guerra e assistiu muitos pacientes feridos e em estado terminal.
Outras palestras com o tema da espiritualidade em destaque estarão ocorrendo naquele espaço hospitalar, a programação é que aconteça uma palestra mensalmente, sempre na segunda quarta-feira de cada  mês.

ESPIRITISMO

Pesquisando sobre o assunto encontrei diversos artigos e copiei um pequeno trecho (http://www.vitrinedocariri.com.br), no qual temos a fala do Presidente da Federação Espírita da Paraiba, Sr. José Raimundo, segundo ele, as doenças sem causas específicas, como os cânceres e as doenças da área psicológica (psicose, transtornos bipolares, entre outras) são doenças de origem espiritual e que surgem como carma de vidas passadas. “Essas pessoas estão pagando por maldades cometidas em outras vidas, geralmente por massacrar pessoas que estiveram sob seu domínio”, exemplifica.
Quem sou eu para contestar essa afirmativa, mas pelo menos tentarei me defender, afinal não creio que eu tenha sido assim tão mal pessoa - e posso até ter sido, quem sabe? - porém, estou me policiando para acabar com essa imagem herdada das minhas vidas passadas. Estou tentando ser uma pessoa mais tolerante, mais amiga e menos egoísta.

segunda-feira, 12 de março de 2012

Curas Espirituais

Recentemente descobri um livro com o título desta postagem, de autoria de Ismar Estulano Garcia, que certamente será muito útil para quem pretende saber o que se passa na cidade de Abadiânia-GO, cidade sede da Casa de Dom Inácio de Loyola, fundada pelo médium João Teixeira de Faria, conhecido mundialmente como João de Deus.
O autor do referido livro é um dos advogados da Casa de Dom Inácio de Loyola e foi incubido pelas Entidades a escrever este livro que mais parece um documentário, cuja linguagem é simples, direta e, portanto, esclarecedora. Um verdadeiro guia para quem vai pela primeira vez em busca de atendimento espiritual. Aqui na em João Pessoa, encontrei o livro na livraria da Federação Espírita da Paraíba e foi publicado pela AB Editora (www.abeditora.com.br).
Como nada acontece por acaso. Agora entendo a razão de ter esquecido o outro livro dentro da aeronave, de retorno a esta cidade, foi para poder chegar a este outro, considerando que fui à Federação na esperança de comprar o que ficou por esquecimento... e acabei por deparar-me com este documentário a fim de divulgá-lo aqui no Blog. Tá feita a divulgação! Recomendo aos interessados, desejando-lhes uma boa leitura e bom proveito dos ensinamentos ali registrados.
Lembrando que a curiosidade não deve ser o motivo para enveredar por este caminho, é necessário ter Fé e merecimento para conseguir chegar ao momento que tanto almejamos: a alta médica! Como bem dito, ALTA MÉDICA, isto é, conclusão médica de que a doença está sob controle e que não precisamos mais de quimioterápicos para continuar sobrevivendo! Fiquem na paz de Cristo, amém!


quinta-feira, 8 de março de 2012

Parabéns companheiras!

Mulher companheira rima com mulher guerreira... e toda guerreira nos leva a imaginar cenas de batalhas, de vitórias, de conquistas. Infelizmente não é de muito tempo que o mundo passou a enxergar essas qualidades na figura feminina, pouco mais de um século e meio marca o tempo de mudança de comportamento da sociedade antes predominantemente machista. Há ainda resquício do tempo em que as mulheres sequer podiam frequentar uma escola, quando tudo era coisa de homem. Foi preciso uma tragédia sem precedentes para que fosse dado o início de uma nova era, com as mulheres ao lado dos homens e não por trás como no velho dito popular: "por trás de um grande homem existe uma grande mulher". Vale a pena transcrever que fato foi este que ajudou a mudar a visão machista então vigente na época.

"No Dia 8 de março de 1857, operárias de uma fábrica de tecidos, situada na cidade norte americana de Nova Iorque, fizeram uma grande greve. Ocuparam a fábrica e começaram a reivindicar melhores condições de trabalho, tais como, redução na carga diária de trabalho para dez horas (as fábricas exigiam 16 horas de trabalho diário), equiparação de salários com os homens (as mulheres chegavam a receber até um terço do salário de um homem, para executar o mesmo tipo de trabalho) e tratamento digno dentro do ambiente de trabalho. (o grifo é nosso)

A manifestação foi reprimida com total violência. As mulheres foram trancadas dentro da fábrica, que foi incendiada. Aproximadamente 130 tecelãs morreram carbonizadas, num ato totalmente desumano.

Porém, somente no ano de 1910, durante uma conferência na Dinamarca, ficou decidido que o 8 de março passaria a ser o "Dia Internacional da Mulher", em homenagem as mulheres que morreram na fábrica em 1857. Mas somente no ano de 1975, através de um decreto, a data foi oficializada pela ONU (Organização das Nações Unidas)."

Fiz o grifo acima para comentar que este tema ainda hoje é recorrente, ainda tem empresas que pagam salários menores às mulheres em comparação com salários dos seus colegas, só por serem do sexo feminino, cerca de 30% a menos! No Brasil o assunto está sendo matéria a ser votada em lei no Congresso Nacional, pode?! Será que vai demorar outros 150 anos para que os direitos da mulheres sejam respeitados de verdade?

Bom, minhas amigas, muita coisa tem sido dita sobre o assunto, o que está faltando é atitude! Resta-me parabenizá-las por esta data, rendendo-lhes as homenagens merecidas. Vamos em frente! 

quarta-feira, 7 de março de 2012

Eu amo a Quimioterapia...

Numa relação de amor (não clique) e ódio, entre eu e as drogas da quimioterapia, vamos vivendo uma história ímpar recheada de encontros e desencontros. Ontem foi mais um desses encontros, iniciei um novo ciclo (ou sessão, já nem sei mais o quê - perdi a conta ou simplesmente resolvi deixar de dar importância a esses números. O importante nesse processo todo é poder dizer, e isso aprendi desde o princípio, que estou bem! Até porque em nada ajudará dizer o contrário, os momentos desagradáveis dessa relação devem ser confessados ao nosso médico, a ele compete saber todos os pormenores, todos os dissabores que vieram após cada nova sessão. Aqui no blog, ficam os ditos genéricos, as passagens que julgamos merecedores de atenção no sentido de incentivar e de levar uma palavra de conforto aos que buscam informações ou simplesmente depoimentos de superação.
Na sessão de ontem, após as três primeiras horas deitado e com o cáteter cheio de mangueirinhas conectadas aos tubos plásticos com as medicações - precisam ficar ali no suporte para serem alterados de tempo em tempo, o calor tomava conta do leito, apesar do quarto ser refrigerado, imaginava ser aquele o calor que muitas mulheres enfrentam na menopausa, o que deixou-me preocupado... "será que estou mudando de sexo?, será a menopausa que já chegando?" A sensação calorenta parecia aumentar com esses pensamentos que tem o lado bom da coisa, afinal ganharia presente dentro de poucos dias com esta nova condição e diante do 8 de Março que se aproxima. Entretanto foi uma mulher, da equipe de enfermagem da clínica que me tirou daquela condição de transição homem/mulher (acho que por medo da concorrência) e sugeriu sentar-me em uma cadeira que foi logo buscar... santa cadeira, era o que faltava de verdade para evitar a metamorfose que parecia eclodiria a qualquer momento ou no mínimo faria com que eu saísse de corredor afora em busca de uma brisa para aliviar o calor do corpo.
Não sei se a cadeira plástica serve para aliviar o calor da menopausa, mas fica aqui a dica e como é um meio natural que não trará nenhum efeito colateral, não custará nada tentar... não precisa comprar a cadeira plástica, caso não a tenha em sua casa, acredito que qualquer outra fará o mesmo efeito.
De volta ao raciocínio inicial, do amor e ódio à quimio, amor por garantir-me a condição de continuar tentando superar os obstáculos que o câncer nos impõe, basta saber que "se estamos fazendo quimio é sinal de que ainda estamos vivos!" O ódio decorre de saber que muitos desses obstáculos advêm da própria quimioterapia, com os seus efeitos danosos às células sadias, derrubada da imunidade facilitando a proliferação de vírus e bactérias oportunistas... pode até parecer estranho entender isso, porém, é assim mesmo que ela funciona. Matar uma formiga no meio de uma conferência de animais dando um tiro de canhão... se não matar de uma vez a formiga, fatalmente atingirá até a mesa dos conferencistas que defendiam a paz mundial entre todos os seres vivos da Terra. Ah, coitados! Quem sabe isso possa continuar sendo defendido em outras conferências... Assim é a quimio, assim são os meus sentimentos por ela... amor e ódio!
Beijos no coração, fiquem na paz de Deus! Amém.

segunda-feira, 5 de março de 2012

MMA X RINHA DE CÃES

Quando eu era menino novo lá em Barbacena... a televisão estava ainda engatinhando como faz um bebê ao tentar os primeiros passos. Talvez até ela tivesse um pouco da pureza infantil pela grade da programação que levava aos lares brasileiros... "Tarzan", "Rin-Tin-Tin", "Zorro", "O Patrulheiro Rodoviário", "Perdidos no Espaço" com aquele Robot que tudo sabia, isso para citar apenas alguns dos programas  que mexiam com a nossa imaginação!
Com o passar do tempo foram sendo introduzidos outros enlatados (as fitas dos filmes vinham dentro de latas em forma de pizza), uns mais amenos outros mais medonhos. Dentre esses últimos fomos apresentados à luta livre, lembro ainda do nome "Telecatch Montila" que ia ao ar nas noites de sábado. Tinha o lutador bonzinho Ted Boy Marinho (hoje nome do pitty da minha mãe), o Verdugo (maior vilão nas lutas), com seus golpes traiçoeiros... acabava sempre perdendo para o bem comportado lutador. Era como ali naquele ringue estivessem em disputa o Mal contra o Bem! Prevalecendo vencedor o lado bom. Mesmo com golpes aparentemente mortais ou no mínimo "quebra-ossos", nós sabíamos que não passava de encenação... não era possível sobreviver a tanta fúria dos lutadores ruins, só podia ser truque, tudo combinado mesmo. Os golpes eram espetaculares, literalmente. Uns voam pra fora do ringue arremessados que eram pelos adversários, outros acabavam amarrados com a corda delimitadora... enfim, todos acabavam bem... sem machucados e prontos para outros confrontos.
Passados quarenta anos, nos deparamos com a repaginação desse programa que foi famoso durante muito tempo na televisão. Todos os lutadores desapareceram dos ringues, os que morreram não foi devido às sua atividades... Como dizia, foi repaginado, não sabemos quem é o vilão nem quem é o mocinho... todos estão ali para fazer valer a sua força bruta e a sua agressividade é deixada fluir sem nenhuma regra, que não seja a de derrotar o seu oponente, mesmo que isso possa deixá-lo nocauteado para sempre... ou simplesmente deixá-los incapacitados para as suas atividades mais simples, como estão dois desses lutadores em menos de três anos... chamam a isso de acidentes...
Mais parecem cães ferozes lutando por lutar, sem saber o que pode de fato acontecer com os golpes que dão e recebem na mesma proporção... e o incrível é que a maioria desses golpes é direcionada para o kengo  (aquilo que eles tem em cima do pescoço). Cabeça tem quem pensa, quem se preocupa com a real função dessa caixa que armazena o que temos de mais importante no corpo: o cérebro, a parte pensante, o órgão responsável pelo nosso equilíbrio, pelo nosso andar...
Esquecem que um simples nocaute pode ser irreversível para quem tomba ao chão inerte, e o que ganha o lutador responsável por esses golpes mortais? Fama? Imortalidade? Remorso futuro?
Acredito que está na hora de barrar essa selvageria que só difunde a violência. E chamam a isso de "Artes Marciais"! Uma pena que a televisão brasileira, tenha importado mais esse mecanismo violento sem que as nossas autoridades tenha imposta quaisquer restrições. Pelo menos que fosse levado ao ar na madrugada do São Nunca... Lamentável ver que o Ted Boy Marinho foi substituído por gente sem carisma, bombados e que só querem externar a força bruta que acumulam nas academias especializadas. Infelizmente não podemos esquecer da violência de outros programas como o aparentemente inocente BBB... aonde vamos parar?! Só Deus sabe!

domingo, 4 de março de 2012

Segundo o Livro dos Espíritos

Em Abadiânia tive a oportunidade de adquirir alguns livros espíritas, dentre eles um intitulado Segundo "O Livro dos Espíritos", psicografado pelo Irmão José. Iniciei lá mesmo a leitura do mesmo e o trouxe na bagagem de mão para prosseguir durante o voo de Brasília para João Pessoa. Uma leitura realmente muito interessante, não me deixava parar... li até o capítulo 20 - quase a metade do livro! Infelizmente fui vencido pelo sono e guardei o livro no encosto da poltrona da minha frente... e na chegada ao meu destino, ansioso por desembarcar acabei esquecendo-o ali mesmo... Quando lembrei já era tarde, a aeronave tinha partido!
Tentei a todo custo manter contato com a TAM (empresa na qual fizemos a viagem), mas não foi possível e, somente hoje, quando consegui contato com o setor de Achados e Perdidos tive a triste notícia de que não havia sido entregue nenhum livro... tampouco no aeroporto de Brasília, para onde retornou a aeronave.
Corri para os sites de vendas on line na esperança de adquirir outro exemplar. Pesquisei em vários sites e nenhum deles tem esse título à venda. Esta postagem tem o objetivo de testar o poder real da internet e ver se de repente alguém toma notícia do ocorrido e faz com que o livro retorne para as minhas mãos. Não tem outro objetivo, senão este - recuperar o que eu perdi! Será que conseguirei o livro de volta?!
Está lançado o desafio!
Um beijão no coração de tod@s! Amém!

sexta-feira, 2 de março de 2012

Fotos da Casa Dom Inácio

As fotos da visita à Abadiânia-GO
Priscila... ao fundo o salão com as pessoas à espera do início dos trabalhos!


Momento de oração...

Farmácia
 Priscila no pátio
 
Eu... agradecendo a Deus por estar ali!

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Tratamento Espiritual

Neste momento estou em Brasília-DF, acabo de chegar da cidade de Abadiânia-GO - cidade do médium João de Deus, como é mais conhecido mundialmente. Iniciei um tratamento espiritual na manhã de hoje juntamente com outra centena de pessoas dos mais variados locais do Brasil e do mundo. Isso mesmo, para lá vão pessoas de várias partes da Europa (vi gente da França, Alemanha, Finlândia, entre outros), muitas dos Estados Unidos; gente de São Paulo, Mato Grosso, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, etc.
Estou extasiado com o que vivi nestes últimos dois dias. A pequena cidade goiana tem uma grande energia positiva pairando no ar para acolher a todos aqueles que buscam conforto e cura para as mais diferentes mazelas, aparentemente, do corpo. Na verdade, a origem e a cura depende do nosso espírito e do grau de merecimento de cada um.
Esta postagem merece ser dividida em algumas partes para que eu possa melhor cocatenar as ideias e deixar as coisas mais claras, tamanha é a minha ansiedade de querer propalar o que estou sentido nesse momento.
 
 
QUEM É JOÃO DE DEUS?

Para responder a esta pergunta recomendo ler a matéria publicada na revista Isto É, na terceira semana de janeiro do corrente ano ou visitar o site www.joaodedeus.com.br. No site tem todas as informações acerca do médium e da Casa Dom Inácio de Loyola.

COMO FOI A MINHA EXPERIÊNCIA NA CASA?

Fui acompanhado pela minha filha Priscila, a quem agradeço pela companhia e o cuidado ao longo desses anos todos. A Casa Dom Inácio de Loyola abre as suas portas para atendimento ao público, realizado pelas entidades, de quarta a sexta-feira, mesmo que seja feriado. O acesso é gratuito e bastante disciplinado, tudo muito organizado, de modo que quem vai pela primeira vez (há necessidade de retornos) sinta-se acolhido e ciente do que estar acontecendo em cada momento.
Nas terceiras-feira sempre ocorre um Terço, precedido de palestras orientadoras aos neófitos - recomendado para tirar eventuais dúvidas que o site não conseguiu dirimir. Infelizmente eu não tive condições físicas de participar dessa atividade, mas Priscila se fez presente e repassou as coordenadas quando de volta à pousada.
O primeiro passo a ser dado quando entramos na Casa é buscar uma ficha de atendimento, que no nosso caso, tratava-se de 1ª VEZ... há os que buscam a de 2ª VEZ... Isso no inicio de cada expediente, manhã cedo ou início da tarde. De posse da ficha nos dirigimos a um salão, com bastante cadeiras, para aguardar a abertura dos trabalhos pelas entidades.
Inicialmente foram chamados os detentores da ficha de 2ª VEZ que passaram em fila para outro um salão da Casa, todos trajando roupas brancas (recomendação dada previamente) e em silêncio (que é uma forma de oração). Na sequência entramos nós que buscamos atendimento pela primeira vez. Em fila indiana através todo o segundo salão (onde estavam em oração silenciosa) os que entraram primeiro até chegarmos à presença do médium João de Deus - então, a cada um individualmente a entidade nos recomenda o que deve ser feito dali em diante.

INICIO DO TRATAMENTO

A entidade (médico) de hoje chamava-se Xavier, não era o Chico Xavier, essa entidade gosta de ser chamada apenas de Xavier (acho que para não confundir com o saudoso patriarca espírita. A mim foi dito que eu deveria retornar à Casa outra vez e foi receitada um vidro de Passiflora, contendo 175 cápsulas, a serem tomadas 3 x ao dia, uma de cada vez. Esses comprimidos são manipulados em laboratório próprio e requer um pagamento simbólico para a sua aquisição. São individualizadas, não podendo ser tomadas por nenhuma outra pessoa. Não há nenhuma contraindicação para o seu uso.
Iniciar o tratamento espiritual não quer dizer que devemos abandonar o tratamento médico tradicional, devemos continuar fazendo o mesmo tratamento convencional até que o nosso médico venha a nos dar alta, se assim for da vontade Divina.

DURANTE O TRATAMENTO

Iniciado o tratamento espiritual alguns cuidados devem ser tomados. O primeiro deles refere-se ao já dito, continuar o tratamento convencional; restrições com alimentos - evitar carne de porco e comidas temperadas com pimentas, nem mesmo pimentão verde; abstinência sexual durante os quarenta dias iniciais e evitar ingerir bebidas alcoólicas.

Bom, pessoal, tenho algumas fotos para serem postadas, mas a câmera ficou na bolsa de Priscila e a mesma foi para o apartamento da prima dela e cá estou no hotel, o que inviabiliza a minha intenção de ilustrar com as imagens de lá. Amanhã, estarei atualizando o blog com as fotos. Fiquem na paz de Deus!

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Semana carnavalesca 2012

A semana que passou foi mais um marco, mais uma etapa vencida por mim. São datas como essas que ajudam a gente a acreditar que estamos superando a doença, que estamos na frente do campo de batalha, mesmo que lembrando que continuamos em plena guerra e que a qualquer momento podemos sofrer uma baixa. Mas, como todo guerreiro que se preza, no momento do enfrentamento não ficamos parado pensando que aquela flecha pode atingir o nosso peito - queremos mais é andar pra frente, derrubando o inimigo na sua linha de fogo.
Foi com este espírito de luta que enfrentei novamente os 260 km que nos separam do município de Bezerros-PE, mais precisamente, a Serra Negra. Um local de muita tranquilidade, mesmo em ocasião de carnaval. A festa dos papangus fica no pé da serra. Pessoas de todas as idades desfilando pelas ruas e passarelas com as suas máscaras brilhantes, muitas reproduzindo ilustres personagens outras, mostrando verdadeiros monstros amenizados pelas cores das suas vestes. É o segundo ano consecutivo que passamos o carnaval naquela região fria - contrastando com a temperatura do seu entorno. E dessa vez estava mais frio ainda devido a chuva que caiu durante alguns dias.
O saldo do balanço desse carnaval foi mais positivo, estava mais calmo e com o organismo melhor comportado. Tem sido nas últimas semanas, graças a Deus!
Imagine o que é sair de casa preocupado com a possibilidade de surgir a necessidade do uso de um vaso sanitário?! Complicado, não é mesmo? Não é para qualquer um, precisa ter coragem, determinação e autoconfiança. Tudo isso tem sido o meu maior troféu. E louvo a Deus em agradecimento por permitir-me usufruir desses momentos saudáveis.
Acredito que se me faltasse a confiança e a coragem de sair de casa, nada disso seria possível de ser vivenciado e o resultado todos já teriam conhecido... no entanto, a persistência e a determinação fazem com que não seja possível como torna-se realidade e passa a ser como uma fonte de energia para recarregar a energia do corpo e do espírito.
Não importa para mim se é carnaval, são joão ou outra data do gênero, tampouco importa saber se é feriado, o que vale é poder continuar marcando presença e vivenciando cada um desses momentos com a mesma intensidade de antes. Sem choros e sem velas, afinal o show passa mesmo é nas passarelas!!!
Por isso mesmo faço questão de registrar tudo isso aqui, para fazer saber a quem possa estar buscando que a vida não acaba enquanto existir a vontade de viver.
Ah, na próxima semana estarei embarcando para a capital federal... passarei de terça a sábado, manterei o blog atualizado com as novidades e o motivo maior da minha ida ao cerrado brasileiro.
Bom final de semana. Beijos no coração!
Despeço-me também de forma saudosa de um grande amigo lusitano, guerreiro, que me chamava de "amigo do além-mar"... ele foi vencido no campo de batalha depois de grandes lutas, no final do ano passado, mas somente tomei conhecimento nesses dias. Que Deus Pai o tenha recebido com honras e glórias. Amém!

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Deu a louca no Blogspot!

Apertem os cintos... as imagens sumiram! Todas as imagens das minhas postagens foram afetadas por algo desconhecido... de repente, elas sumiram! Justo às vésperas do carnaval, quando estou de saída para passar uns dias na cidade de Bezerros-PE para, mais uma vez, misturar-me aos papangus de lá. Não irei de máscara, a minha cara lisa já basta para representar o papangú-mor do carnavel bezerrense!!!

Aproveitarei este momento para falar um pouco sobre o carnaval e a vida do brasileiro, na minha visão é claro. Todos os dias o carnaval se repete na nossa vida, principalmente quando vimos as pessoas se fantasiando de palhaço... o brasileiro bem que poderia adotar o nariz de palhaço como acessório diário da sua indumentária, além de bolsas, cintos, colares, pulseiras, etc. Estes deveriam bastante coloridos, assim como são nesses três dias do ano. Por dois motivos, sendo o primeiro deles o fato de que todos os dias é dia de festa nas ruas... bandidos assaltando nas portas dos bancos, nas residências, sequestrando, orquestrando festinhas aonde o presente é o estupro das convidadas (caso recente ocorrido no município de Queimadas-PB), trancões e ultrapassagens perigosas (muitas delas acabando com a vida de pessoas inocentes) e tantas outras situações desastrosas que parecem ocorrer em substituição às catástrofes naturais (que não aconteciam no nosso país). O segundo motivo, um pouco mais brando, porém não menos ultrajante e violento, diz respeito ao abandono social no qual vive a população brasileira (principalmente a parcela que dizem fazer parte da classe média)... quando os direitos são negados, dificultando o acesso aos serviços de saúde, à escola de boa qualidade e tantos outras obrigações a que está sujeito o Estado.
Parece que ninguém se incomoda com isso, afinal, o calendário contempla a festa de carnaval para que todos possam descarregar as suas raivas e frustrações nas avenidas, ao som do trio elétrico ou no volante do seu possante, mesmo que este seja uma brasília amarela.
Não quero estragar o carnaval de ninguém, até porque vou aproveitar o feriado da maneira que sempre fiz, descansando. Só peço que tomem cuidado com as mazelas que rondam os espetáculos carnavalescos para que possam promover um aproveitamento positivo desse período.
Quero vê-lo de regresso, sem ressaca, na quarta de cinzas, quando provavelmente terei reparado o problema atual da falta de imagens do blog.
Feliz carnaval, amém! 

sábado, 11 de fevereiro de 2012

PRIMEIRO DIA DE AULA DE ANA VITÓRIA

É sempre com muita ansiedade que os pais levam os seus filhos para o primeiro dia de aula. Não foi diferente com Priscila que levou a sua filha, minha neta, para ingressar pela primeira vez numa sala de aula. Graças a Deus tudo correu muito bem, experiência repetida por mim por duas vezes, afinal estive nessa posição de levar as meninas para iniciar os estudos escolares.
Pollyana, a segunda filha, lembrou que a levei até mesmo no primeiro dia da faculdade e nem tinha ne dado conta disso!
A vida é assim, cheia de experiências e de vivências! Fica aqui o registro desse momento na vida de todos nós. Um abraço, desejando a tod@s um bom final de semana!

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Aniversário de 80 anos!


FELIZ ANIVERSÁRIO!
É com muita alegria que chego a esta data de hoje, quando estamos podemos comemorar o aniversário de uma pessoa da família com tantos (poucos) anos de vida, afinal não é todo dia que vemos uma pessoa cantando Parabéns prá Você aos oitenta anos. Principalmente, como disse uma das minhas filhas, Priscila, "chegar inteiraço". Naturalmente não estou falando do meu aniversário, ainda, pois faltam alguns anos ainda, digamos que faltam vinte e seis anos para completar essa conta octogenária.
Estou falando da alegria de poder compartilhar desse momento em o meu pai completa 80 ANOS DE VIDA, juntamente com a minha mãe, irmãos (exceto o Raldi, que Deus levou muito cedo), sobrinhos e toda a terceira geração do clã do Raimundinho, como sempre foi chamado no seio familiar e pelos amigos mais íntimos. Para os demais, Raimundo (não poderia deixar de ser, tendo nascido em terras piauienses, onde este nome é sagrado, inclusive servindo de tema para piadas e brincadeiras). Lembro de uma vez que o censeador do IBGE ao chegar numa casa do interior do Piaui, iniciou o preenchimento dos formulários (lembram daqueles cadernos quer éramos obrigados a encontrar uma resposta para cada pergunta?!!)... - Como é o nome do dono do seu marido? perguntou. - Raimundo Nonato, respondeu a mulher cercada por cinco filhos pequenos, dois na roça e um na barriga doido pra se juntar ao grupo. - Agora, deixe eu perguntar a cada um desses meninos se eles sabem o nome deles... - Diga o seu nome. - Raimundo Nonato, tombém... tendo sido respondido. Partiu para o próximo menino com a mesma pergunta e, mais uma vez, resposta igual: - Raimundinho (pelo menos uma forma para diferenciar no chamamento). O outro respondeu: - Raimundo José... e mais Raimundo de Nazaré... cansada de ver os filhos sendo interrogados, a mãe indgnou-se e gritou para o último dos filhos: - Não dige não, Mundinho...  
Não foi para contar causos piauienses que acordei cedo assim, foi para concluir os finalmentes para as festividades de logo mais a noite, quando estaremos nos reunindo para prestar uma pequena homenagem a essa pessoa maravilhosa que em todos continua acreditando, apesar de tantos exemplos de que as coisas mudaram e os valores pessoais já não são os mesmos. Na sua inocente teimosia tem momentos que, para preservá-lo, temos que ter pulso forte nas nossas opiniões (as decisões deixamos para ele tomá-las). Neste momento estou gravando os DVDs que serão entregues aos participantes contendo diversas mensagens de afeto, sei que ele irá gostar muito. Resgatamos fotos do fundo do baú. Relembramos fatos do tempo que cachorro era amarrado com linguiça. Foi tudo feito com muito carinho e dedicação. Tem um banner; calendário num porta-retrato com dados alusivos ao seu niver; tem até a história dele contada em cordel (advinhem quem escreveu?!).
Como disse acima, são poucos os escolhidos para vivenciar momentos como esse e, portanto, merece ser registrada e compartilhada por todos os parentes e amigos do coração. É isso, peço permissão a tod@s vocês para fazer este registro literário no qual externo toda a minha gratidão de filho pela educação que recebi, pelo exemplo de vida que ele continua nos dando (mesmo discordando em alguns momentos) e dizer a esse PAIZÃO uma coisa que me foi dita anos atrás, bota atrás nisso, que marcou bastante o meu modo de ver a vida e me relacionar com as pessoas: OBRIGADO POR VOCÊ EXISTIR!!!
Uma frase simples, mas de efeito estupendamente grande quando dita de coração aberto e com toda sinceridade que requer ser dita. Encerro por aqui, pedindo ao Papai do Céu muita saúde, paz e felicidade para o sr. Raimundo Leite, ou simplesmente, Raimundinho!!! Feliz aniversário, pai, te amo!