quinta-feira, 28 de abril de 2011

A vida pela hora da morte!

Ler jornais ou acompanhar o noticiário na TV é o mesmo que assistir filmes de terror, está se tornando um verdadeiro horror digerir as principais matérias que são veiculadas diariamente. É como dizia a minha avó: todo dia é uma novidade! A novidade é no sentido figurado, para não dizer que todo dia é uma tragédia que assombra as nossas vidas. E a dos mortos também. Ninguém pode morrer em paz.
A última do governo federal: acabar com a aposentadoria das viúvas! Principalmente se ela for uma viúva boa, saudável e que pode aproveitar os seus dotes para refazer a vida.
Veja as manchetes abaixo:

Previdência discute regras para limitar pensões por morte
Para reduzir o enorme déficit previdenciário no País, o Ministério da Previdência elabora um conjunto de normas para limitar os critérios de concessão de pensões por morte. O benefício consome 3% do PIB nacional, mais que o triplo da média mundial, e equivalente ao que o Executivo aplica no ensino fundamental. A proposta será apresentada ao Palácio do Planalto, para então negociar as eventuais alterações com as centrais sindicais e setores do próprio governo, a serem aplicadas somente aos...

Dilma quer cortar a aposentadoria das viúvas
Ao estabelecer novas regras para pensões por morte, o governo do PT quer entregar o dinheiro da previdência para os bancos. Depois de anunciar que irá aumentar a idade mínima para a aposentadoria, o governo Dilma prepara outro ataque contra a população, principalmente contra as mulheres. Nos próximos dias será aberta uma discussão dentro do governo para estabelecer novas regras para pensões por morte. A proposta do governo pretende englobar tanto o setor público como privado.

Governo quer cortar pensões por morte
A proposta será apresentada ao Palácio do Planalto, para então negociar as eventuais alterações com as centrais sindicais e setores do próprio governo.
A princípio, essas normas englobariam o serviço público e o regime geral da...

... ver notícia completa em: http://www.jusbrasil.com.br/politica/6890763/governo-quer-cortar-pensoes-por-morte

Quer mais? E estas notícias não estão publicadas em nenhum tabólide de oposição e nem é pura imaginação. Infelizmente elas são reais e bem fresquinhas, é um assunto que não ainada não ganhou a mídia televisiva (não sei porque razão) e muito em breve pode dar um susto em muitos vivos que deixarão os mortos desamparados. Quem viver, verá - torço pelos viúvos e viúvas dest Brasil. A culpa da crise eterna da previdência social sempre recai sobre o trabalhador livrando a cara dos administradores incompetentes que continuam reinando nos balcões de negócio ou gabinetes (como queiram chamar).
Continuo sonhando com um país melhor, mais maduro e que saiba lutar unidos pelo interesse comum da coletividade, sem olhar para o próprio umbigo, sem o corporativismo latente em algumas classes de trabalhadores. Quando este dia chegar, seremos com certeza uma grande nação livre e independente.
Dizem que Deus é brasileiro, mas duvido que ele seja de fato parte disso que chamamos de país. Porém, peço a Ele, sendo brasileiro, argentino ou armênio, que olhe com os bons olhos para esta nação a fim de que possamos acordar dessa letargia perniciosa. Só com muita reza mesmo para tocar nos corações de todos! Amém.

terça-feira, 26 de abril de 2011

Casamento real

Tenho levado uma vida de rei nos últimos meses. Não me lembro do dia que era pobre, só na realeza agora! O trono tem sido a cadeira confortante e confidente. Mas tudo tem limite não é mesmo? E acho que cheguei ao meu limite, não aguento mais as idas constantes ao confessionário, preciso estar renovando constantemente o meu acervo para passatempo, refiro-me as revistinhas de palavras cruzadas da Coquetel.
Medicação para conter a situação parece andar preguiçosa, quase não funciona e quando funciona afeta a hemorróida. Eita vidinha sacrificada, conserta uma coisa e desmantela outra. Com tudo isso ainda digo que vale a pena viver. Se não existissem as diferenças não teríamos do que nos admirar. Um dia chove e o outro pode ser de muito sol; nem toda noite a lua brilha e quando ela aparece é sempre muito exuberante, refletindo a luz em nossa direção para inebriar ainda mais os corações apaixonados.
Como disse, tudo tem seu limite e em busca dele fui hoje fazer uma consulta médica com o oncologista. Não que este assunto seja novidade pra ele, queria saber o que fazer diante da persistência desse incômodo e agora, com o agravante de vir seguido de dores abdominais, tipo cólica mesmo, porém tem me deixado um tanto preocupado. Passei maus bocados nesse feriadão da semana santa, devido mais às dores que insistiam em participar daqueles momentos que deveriam ser para o descanso.
Após ouvir os meus relatos queixosos, quase chorosos, receitou um forte analgésico, desses que só com receita médica, remédio controlado mesmo, e solicitou ultrassom, raio X do abdomem, além de alguns exames de sangue. Os exames de imagem farei na quinta-feira e os de sangue amanhã estarei levando minhas veias para sangrá-las e capturar alguns mílimetros desse precioso líquido. Verei se é mesmo azul, como dizem por ai.

SERVIÇO DE UTILIDADE PÚBLICA

Pesquisando imagens na internet para ilustrar esta postagem encontrei uma foto de uma moça acidentada num vaso sanitário. Ao usar um banheiro público essa moça resolveu "subir" no vaso, evitando a tradicional sentada como faz em casa, o resultado não foi nada agradável. O vaso partiu provocando um grande corte nas suas pernas. Diante desse fato, que não é único, recomendo que nunca subam nos vasos sanitários. Existe no mercado protetores descartáveis, aqueles mesmo que encontramos nas aeronaves, que podem ser carregados dentro de uma bolsa, assim como carregam absorventes, lenços descartáveis, batons, espelhos, maquiagens, pentes, bombons, preservativos, celulares, bateria de carro, de celular, balança, foto de casamento, dos filhos... enfim, bolsa de mulher cabe de tudo um pouco. Pense nisso, previna-se e valha por duas. Afinal, uma pessoa previnida vale por duas, não é mesmo?

Fiquem com Deus, que os anjos do Senhor acampem em nosso redor! Amém.

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Estamos de volta a Bananeiras-PB

Eu e Jack retornamos à cidade de Bananeiras, brejo da Paraíba, para passarmos a Semana Santa. Viemos aventurando uma vaga em uma das poucas pousadas da região e graças a Deus, quando já estávamos desistindo e partindo para Campina Grande, eis que encontramos uma vaga na Pousada Estação. O nome não é a toa, refere-se às antigas instalações da estação ferroviária da cidade, há anos desativada e agora transformada em pousada, restaurante e pizzaria. Sem dúvida um local muito bonito, cercado de morro e de onde se avista boa parte da cidade. A pousada é simples, porém, muito acolhedora e aconchegante. Por ter um clima ameno, puxado para o frio, dispensa o uso de ar condicionado e o ventilador vai ser usado para afugentar alguma muriçoca (pernilongo, carapanã) indesejada que por ventura venha a aparecer durante o sono da beleza.
A cidade é pequena, com uma população estimada em pouco mais de 20 mil habitantes, distante da capital, João Pessoa, cerca de 140 km e a uma altitude de 530 metros. A região foi primeiramente produtora de cana-de-açúcar e depois de café, cuja produção cafeeira chegou a ser a maior da Paraíba e a segunda do Nordeste. Isto tornou a cidade uma das mais ricas daquela região, riqueza esta expressa na arquitetura de seus casarões. Infelizmente os anos prósperos teve seu auge encerrado por uma praga que dizimou as plantações de café, logo depois da contrução do túnel da Serra da Viração que possibilitou a construção da ferrovia, com a sua estação de passageiros.
Assim como os habitantes daquela época, perseveramos em busca de uma vaga para ficarmos aqui. Eles por necessidade de garantir a própria sobrevivência e de seus familiares, nós para garantirmos um período de repouso. Não importa qual seja o motivo, o importante é nunca desistirmos do que queremos. Seja na luta pela vida, seja na mais simples das nossas vontades. Sempre acreditando que Deus está no comando e sob ele podemos marchar sem temores.
Ao sairmos de casa hoje cedo só tinha certo o destino, ou melhor, queríamos chegar a Bananeiras, não tinha nada garantido que ficaríamos por aqui e, após a constatação in loco da inexistência de acomodações, quando, como disse, preparávamos para aventurar em outras paragens no último suspiro encontramos uma vaga para casal. Sorte? Até podem dizer alguns, mas digo que foi fruto de um investimento, de uma crença na possibilidade de acontecer. Assim é a vida! Devemos investir e acreditar, sempre.
Que todos tenham uma Feliz Páscoa, na paz de Deus. Amém! 

terça-feira, 19 de abril de 2011

Semana Santa

Os cristãos festejam esta semana como sendo santa. Marca os últimos momentos de vida terrena do nosso Senhor Jesus Cristo; a traição de Judas, a última ceia, a negação de Pedro e o calvário até chegar na crucificação - sentença de morte preferida naquela época. Com ele tinham mais dois sentenciados, ladrões condenados. Tem muito mais detalhes que estão registrados nos textos sagrados da Bíblia.
Trouxe este tema à baila para falar que com esta é a terceira que estou tendo a oportunidade de vivenciar desde o diagnóstico de câncer, quando pensei que não iria resistir por mais tempo. Porém, cá estou prestes a ver novamente a malhação do Judas. Como disse, pela terceira vez! Isso é superação, é uma vitória que devo cantar e agradecer a Deus pela sua misericórdia em dar-me esta oportunidade de continuar a caminhada.
Claro que não tem sido nada fácil, manter-me vivo requer e resistente requer muita tranquilidade para encarar todas essa adversidades, por momentos parece ser insuportável e procuro afugentar esta sensação de desânimo, afinal a derrota não me pertence e nem faz parte do meu vocabulário. Mesmo parecendo dificil, como realmente é, não é impossível encontrar forças para levantar os ânimos e dosar o espírito da paz que ele necessita; além de alimentar o corpo com a energia positiva, tão necessária quanto as drogas quimioterápicas que somos obrigados a digerir.
O momento é propício para fazermos uma reflexão do que somos, do que queremos ser de verdade e de tudo que nos acontece ou nos afeta. É momento de reconstrução do espírito e, consequentemente, do corpo quando lembramos que do velho dito "corpo são em mente sã". Tenho dito e repetido diversas vezes: receber um diagnóstico de câncer não corresponde a nenhuma sentença de morte. Uma certeza precisa ser dita, a nossa vida dá uma guinada de vários graus até retomar o velho rumo que certamente será melhor trilhado, devido à experiência que estamos acumulando.
Quero aproveitar e desejar a todos uma boa Semana Santa, uma Feliz Páscoa, que este momento traga mais energia positiva para recarregar todas as nossas baterias. Fiquem na paz de Deus! Amém.   

domingo, 17 de abril de 2011

Tragédias: Shownalismo da mídia!

A mídia brasileira tem se alimentado de muitas tragédias para ganhar pontos nos índices de audiência. Tem sido assim em todos os casos que envolvem dor e luto em inúmeras famílias. Existe, ao meu ver um círculo vicioso instalado, a imprensa mostra os detalhes módicos dos fatos e o povo parece ávido por mais e mais informações sobre o caso. Infelizmente vivemos numa sociedade suscetível a captar este tipo de informações, seja pelos canais de televisão abertos, internet ou nos jornais impressos. Todos atraem milhões de leitores famintos pelo sangue que espirra nos noticiários.
Longe de mim defender a volta da censura, mas clamo por mudanças na linha editorial da nossa imprensa em geral. Nenhuma das reportagens que abordam a violência ou tragédias da natureza procuram enfocar soluções para os  problemas, focam apenas na dor, aflição e desespero das pessoas.
Apresentadores medíocres de programas de auditório, sem nenhum preparo psicossocial que os qualifiquem para tratar desse ou de outro assunto, que não seja o de encher linguiça com abobrinhas, chamam para si a emoção das vítimas enfraquecidas pela dor e exploram o quanto pode aqueles momentos com perguntas cretinas e comentários sem nexos que não levam a lugar algum. A televisão brasileira, moderna e dotada de equipamentos de última geração, continua atrasada, exibindo programações do tempo do rococó e as poucas modificações na sua grade de entretenimento serve para abalar a família, seja pelo erotismo exarcebado nas cenas das novelas, seja no humor negro de duplo sentido - cujo centro principal é sempre a derrota de alguém para a supremacia de outro.
As tramas diabólicas substituiram os melodramas ingênuos do passado; a insinuação de uma cena de sexo ganha espaço para o explícito em pleno horário, dito, nobre. Da nobreza não tem nem nada, da perdição Tudo a Ver, como Fantástico são as bobagens ditas nas Aventuras do Didi, o único que pode representar tão bem o estado no qual se sencontra a nossa televisão é a Zorra Total.
Peço desculpas por este desabafo, mas não aguento mais ver tanta exploração de vítimas de tragédias como a do Realengo e de tantos outros crimes de morte que foram cobertas pela mídia durante inúmeras semanas. Clamo por informações diretas e concisas, sem subterfúgios, encenações, simulações e ou reprises. Que a imprensa crie vergonha na cara e faça das reportagens instrumentos de repasse do ocorrido, meramente informar e que os apresentadores de programas babacas deixem para os especialistas analisar os fatos em busca de apontar soluções.
Enquanto isso não ocorre, só me resta desejar que estejamos todos na paz de Deus. Amém!  

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Destruindo tumores com ultrassom

Instituto do Câncer de SP apresenta ultrassom capaz de destruir tumores!

O Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp) inaugurou nesta quinta-feira (14) um serviço de ultrassom - ondas sonoras de alta frequência que o ouvido humano é incapaz de escutar - para destruir células cancerígenas, sem a necessidade de cirurgia e anestesia. O novo equipamento estará disponível à população pelo Sistema Único de Saúde (SUS).


COMO FUNCIONA
O tratamento, no entanto, não serve para qualquer paciente. Um estudo anterior precisa ser feito para saber quem pode passar pelo ultrassom.
"Dois fatores que são levados em conta na escolha das pacientes são o local do tumores e o tamanho deles", explica o médico do Icesp.
A técnica dispensa o uso de anestésicos. "As pacientes ficam conscientes durante toda a operação, recebem apenas sedativos", explica Marcos. Segundo o médico, o procedimento não causa dor intensa. "As pacientes costumam reclamar de dores parecidas com cólicas menstruais, mas isso somente durante o exame."

Leia a matéria na íntegra no site do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo, clicando no link abaixo:
http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2011/04/instituto-do-cancer-apresenta-ultrassom-que-dispensa-cirurgia.html

10 Dicas para prevenir o Câncer!

1. Pare de fumar! Esta é a regra mais importante para prevenir o câncer.

2. Uma alimentação saudável pode reduzir as chances de câncer em pelo menos 40%. Coma mais frutas, legumes, verduras, cereais e menos alimentos gordurosos, salgados e enlatados. Sua dieta deveria conter diariamente, pelo menos, cinco porções de frutas, verduras e legumes. Dê preferência às gorduras de origem vegetal como o azeite extra virgem, óleo de soja e de girassol, entre outros, lembrando sempre que não devem ser expostas a altas temperaturas. Evite gorduras de origem animal (leite e derivados, carne de porco, carne vermelha, pele de frango etc) e algumas gorduras vegetais como margarinas e gordura vegetal hidrogenada.

3. Evite ou limite a ingestão de bebidas alcoólicas. Os homens não devem tomar mais do que dois drinques por dia. As mulheres devem se limitar a um drinque.

4. É aconselhável que homens, entre 50 e 70 anos, na oportunidade de uma consulta médica, orientem-se sobre a necessidade de investigação do câncer da próstata. Os homens com histórico familiar de pai ou irmão com câncer de próstata antes dos 60 anos devem realizar consulta médica para investigação de câncer da próstata a partir dos 45 anos.

5. Pratique atividades físicas moderadamente durante pelo menos 30 minutos, cinco vezes por semana.

6. As mulheres, com 40 anos ou mais, devem realizar o exame clínico das mamas anualmente. Além disto, toda mulher, entre 50 e 69 anos, deve fazer uma mamografia a cada dois anos. As mulheres com caso de câncer de mama na família (mãe, irmã, filha etc, diagnosticados antes dos 50 anos), ou aquelas que tiverem câncer de ovário ou câncer em uma das mamas, em qualquer idade, devem realizar o exame clínico e mamografia, a partir dos 35 anos de idade, anualmente.

7. As mulheres com idade entre 25 e 59 anos devem realizar exame preventivo ginecológico periodicamente. Após dois exames com resultado normal com intervalo de um ano, o preventivo pode ser feito a cada três anos. Para os exames alterados, deve-se seguir as orientações médicas.

8. É recomendável que mulheres e homens com 50 anos ou mais realizem exame de sangue oculto nas fezes, a cada ano (preferencialmente), ou a cada dois anos.
9. Evite exposição prolongada ao sol, entre 10h e 16h, e use sempre proteção adequada, como chapéu, barraca e protetor solar. Se você se expõe ao sol durante a jornada de trabalho, procure usar chapéu de aba larga, camisa de manga longa e calça comprida.

10. Realize diariamente a higiene oral (escovação) e consulte o dentista regularmente.
Fonte: INCA

Espera

Agora é esperar, melhor que seja sentado! Levei o requerimento da OPME para ser encaminhado ao meu plano de saúde (GEAP) solicitando autorização para o fornecimento do catéter a ser implantado. Na próxima semana, nós do nordeste, comemoramos o dia de São João, será um feriadão a partir da quarta-feira e acho que nesse período a equipe estará nas festividades juninas. Confesso que não estou achando ruim, assim estou ganhando tempo e a adoção do cachorrinho vai ficando mais pra frente. Sei que o dia chegará, então não me furtarei a enfrentar mais esta fase do tratamento.

Hoje, excepcionalmente, trabalhei os dois turnos, e sai da repartição depois das 18 horas. No expediente da tarde participei de duas reuniões e parecia que a minha vida tinha voltado ao que era antes de setembro de 2008. Naqueles idos a rotina de trabalho era bastante puxado mesmo, muitas cobranças e inúmeros problemas para serem resolvidos em diversas unidades de saúde do município. Coisa de louco mesmo ou melhor, de deixar qualquer um louco.


terça-feira, 12 de abril de 2011

Nova consulta

Como estava prevista e anunciada, hoje fui para a consulta com o cirurgião que fará o implante do catéter para a quimioterapia. Procurei o mesmo médico que fez a minha gastreotectomia total bem no início do tratamento, nos idos de 2008. Tenho muita confiança nele, ele passa muita tranquilidade, além de ser um médico atencioso e religioso, temente a Deus! Foi muito bom poder revê-lo, fazia tempo que não retornava a ele devido a sequência de eventos que me ocorreram ao longo desses últimos três anos.
Abro parênteses para relembrar que o tempo tem passado, com ele vamos somando mais experiências e esperança de renovação do espírito. As coisas nem sempre acontecem de maneira trágica como pensamos quando ouvimos o diagnóstico que não pedimos para nos ser dito. Acontece e pronto, nem sempre é a nossa vontade que prevalece e devemos encarar com dignidade as adversidades que nos foram reservadas, as quais não temos nenhuma ingerência. Tampouco devemos enterrar a cabeça no buraco e esperar que o resto do corpo venha em seguida... certamente, agindo dessa forma, só estaremos apressando a ordem natural da vida. E a vida merece ser defendida com todas as nossas forças, é um dever de todo vivente até para preservar a existência da humanidade na face da terra.
Bom, voltando à consulta quero dizer que sai com encaminhamento para solicitar autorização ao plano de saúde para realizar o procedimento de implante, quando então será marcada a data precisa. Creio que será ainda nesta semana, a autorização não demora muito e pelo que ouvi na consulta não tem nenhum problema com agenda do médico, até porque é um procedimento sem muitas consequências - apesar de ser feito em ambiente hospitalar. Será realizado no período da manhã e no parte da tarde estarei recebendo alta, com a graça de Deus.
Espero que com a nova medicação quimioterápica os efeitos desagradáveis, provocados pelo desconforto de inúmeras visitas ao WC/dia, venha a diminuir e aliviar sobremaneira esta situação que tem me deixado encabulado e um tanto preocupado.
É isso, ou melhor, são estas as últimas novidades que tenho a socializar com os amigos que estão me acompanhando no dia-a-dia, aos quais estou imensamente agradecido pelas palavras de carinho e de conforto. E para aqueles que me enviam perguntas tenho procurado respondê-las o mais rapidament possível, apesar de que algumas vezes as perguntas são feitas em postagens antigas e isso dificulta um feedback mais célere. Fiquem com Deus!

sexta-feira, 8 de abril de 2011

O Mensageiro

O Mensageiro é o título de um filme do Kelvin Costern, uma história de ficção que retrata a reconstrução dos Estados Unidos após uma catástrofe ocorrida no início deste milênio. Havia baixado este filme pela internet e veio corrompido parte do filme, somente hoje, após, quase dois anos, consegui ver toda a história.
Uma simples mentira para livrá-lo da morte acabou disseminando a ideia da liberdade que estava ameaçada pela tirania de um falso general, líder de um exército sanguinolento que fazia as próprias regras para manter cativo o que sobrou da civilização que escapou da fúria da natureza, provocada pelos descalabros do homem moderno.
A mensagem maior que passa para quem ver a "fita" é a da perseverança, da força de vontade de vencer a todo custo e de viver plenamente aquele que se apresenta como momento de reconstrução.
Assim vejo a nossa luta, daqueles que estão em tratamento contra qualquer tipo de agressão ao nosso organismo, mais expressivamente, daqueles que estão lutando contra o cãncer. Como este filme tem muitos outros que mostram formas de superar as adversidades da vida.
Tem um detalhe, este filme pode não ser o estilo de muita gente. Tem cenas violentas - justificadas quando abordam a prática da tirania - cenário quase medieval, muitos cavalos e pouco romantismo, apesar de ter histórias de amor, de encontros e um final feliz! Do jeito que esperamos que seja o nosso tratamento, com feliz digno de filmes de hollywood.
Deixo meus votos de felicidade para todos, desejando a paz e harmonia reinando no lar de cada um de nós.
Fiquem com Deus!

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Uso de catéter!

Catéter port-a-cath
Não deixei claro na minha última postagem que a mudança de rumo no meu tratamento passa também pelo implante de um catéter para as sessões seguintes de quimioterapia. Para isso, fui encaminhado para o cirurgião fazer o procedimento operatório cabível. Marquei consulta para o próxima dia 12, terça-feira e até lá estou de folga das drogas, porém um pouco ansioso com esta nova decisão.

ENTENDENDO O USO DO CATÉTER

É recomendado nos casos em que as sessões com quimioterápicos requerem maior tempo e menor espaçamento entre elas. Por exemplo, no protocolo atual, quando recebia a medicação via endovenosa, observa-se um intervalo de 21 dias para retornar à clínica. Agora, com a medicação sendo administrada via catéter, este intervalo de tempo cairá para 15 dias. Como vai funcionar o novo esquema?

Com o catéter implantado, levarei comigo a tira-colo um equipamento, que irá bombear a medicação de forma automática e initerrupta durante três dias consecutivos. Será o meu cachorrinho de estimação durante esses dias. Findo o terceiro dia retornarei à clinica para a retirada da bombinha (o catéter fica, afinal estará implantado sob a pele), quando então terei recesso até a nova sessão! Pelo visto, vamos completar o tratamento em quatro, cinco meses. 

O cateter é totalmente implantável no subcutâneo não ficando nada exposto. Portanto o paciente leva um vida normal, podendo realizar suas atividade normalmente.

Maiores detalhes somente poderei postar quando estiver vivenciando de fato esta nova realidade, assim como tenho feito rotineiramente atendendo ao propósito deste blog - o de informar através da experiência própria. Fiquem com Deus!

terça-feira, 5 de abril de 2011

Mudança de Rumo

Hoje, pensei que fosse o dia de fazer a terceira e quiçár derradeira sessão de quimioterapia para realizar novo exame de imagem para avaliar o comportamento da "bixarada". Apesar de assim pensar, sai de casa com a intenção de pedir ao médico um prazo maior para que o meu intestino voltasse a funcionar na mais perfeita ordem. Na noite de ontem peguei os meus exames de rotina via internet, li e comparei com os últimos resultados; pelas taxas apresentadas até que daria para encarar a quimio. Mesmo assim, estava preocupado com o desmando intestinal - foi ele que me levou um dia para a UTI, depois de uma semana incessante de idas e retornos ao banheiro. E mantive o propósito de solicitar adiamento do tratamento. De pronto fui atendido quando relatei a situação atual - a mesma de há quase um mês!
De posse dos exames o Dr Marcos, oncologista, avaliou e decidiu pela mudança do protocolo. Este novo protocolo requer a utilização de um catéter e recomendou uma consulta com o meu cirurgião para o devido implante. Comentei que não tinha como colocar um catéter onde só tem osso!!! Claro que ele não concordou com os meus argumentos e falou que vai ser possível localizar um espaço sob a pele para alojar este corpo estranho. 
A novidade maior foi quando cheguei em casa e passei a pesquisar, aqui na net mesmo, o que vem a ser o protocolo FOLFOX e quais as suas indicações. Fiquei pasmo quando percebi que tal protocolo refere-se ao tratamento do câncer colorretal!!! Não digeri esta ligação, só mesmo o Dr. Marcos para me esclarecer o que realmente se passa.

Então, na pesquisa feita, chamou-me a atenção um site contendo uma publicação científica abordando o FOLFOX, associação de três drogas, que subsitutui o capecitabina (xeloda). Resolvi fazer alguns destaques e me valendo do colar/copiar, transcrevo abaixo.

FRAGMENTOS DE UMA LEITURA

"A partir de 1999, duas novas drogas foram incorporadas para manejo de câncer do cólon e reto metastático, com demonstrado benefício em aumento na sobrevida global. Irinotecano13,14 e oxaliplatina15 associados ao fluorouracil e leucovorina, são atualmente considerados combinações de primeira linha de tratamento na doença metastática, preferencialmente nos regimes Folfiri e Folfox, que utilizam o fluorouracil em infusão contínua por dois dias. Considerando o princípio de tratamento da doença micrometastática para justificar o benefício na terapia adjuvante, estudos da combinação de três drogas também para o espectro de adjuvância foram realizados.

Até que possamos dispor de estudos definitivos quanto ao benefício da quimioterapia adjuvante em câncer do cólon estádio II, sugere-se que seja utilizado o mecanismo de análise de fatores prognósticos de risco, como: ocorrência de obstrução intestinal, perfuração intestinal, grau III de diferenciação, invasão vascular e/ou perineural, antígeno carcinoembrionário (CEA) elevado pré-operatório para decisão terapêutica. A indicação do tratamento adjuvante neste estádio deve ser, portanto, individualizada após abrangente discussão com o paciente.

Outros estudos estão em andamento com a intenção de avaliar novas opções de tratamento adjuvante, principalmente na tentativa de incorporar o uso de quimioterápicos orais, como a capecitabina, aos esquemas de adjuvância, na substituição do fluorouracil17. Os quimioterápicos orais possuem benefícios como o de poupar a necessidade de acesso venoso, e a necessidade de implante de cateter permanente, especialmente quando a utilização de fluorouracil em infusão contínua for a opção escolhida. Além disso, o conforto e tolerância deste tipo de droga favorecem a sua incorporação rotineira. A avaliação da substituição do fluorouracil pela capecitabina em esquemas contendo irinotecano ou oxaliplatina está em andamento e, portanto, ainda não deve ser considerada conduta padrão.

Após décadas dispondo apenas de uma opção quimioterápica para tratamento do câncer do cólon e reto, vivemos uma época de maior entusiasmo. Conhecendo um pouco melhor os indicadores prognósticos, tendo um melhor perfil de risco de recorrência baseado no estadiamento, e incorporando dados que demonstram benefício na adição de novas drogas, vislumbramos uma nova era. Entretanto, com o maior conhecimento dos marcadores moleculares e surgimento de novas modalidades terapêuticas, é crescente a busca de individualização do tratamento, sempre com a intenção de redução da toxicidade e aumento das taxas de resposta e de sobrevida." Fonte: http://www.praticahospitalar.com.br/pratica%2029/paginas/materia%2003-29.html

Para encerrrar, deixo uma citação: "Acredite em milagres, mas não dependa deles." Emanuel Kant
Fiquem com Deus no coração. Amém.

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Confrontando as realidades!

Resolvi buscar imagens na internet que ilustram bem o codidiano de gregos e troianos na civilização moderna. Não esgotaremos o assunto com as cenas abaixo, mas, pelo menos, abrirá a mente de algumas pessoas que estão olhando apenas para o próprio umbigo. As imagens falam por si, entretanto, tecerei alguns comentários para melhor situar os navegantes ou até mesmo para esclarecer o que vem a ser algumas dessas imagens.
Imagine como deve ser o interior de um barraco desses!!!
A espera de um atendimento pelo SUS

Cabine de um navio de luxo!
 
Interior do Boeing A-380


  
Pensando bem, não cabe nenhum comentário da minha parte sobre essas diferenças, elas são reais e vão continuar existindo, não é mesmo?! O que podemos fazer, na verdade, é procurar minimizar as dificuldades daqueles que estão bem ao nosso lado precisando de um ombro amigo ou pequenas coisas que lhe favoreçam no dia-a-dia. Fiquem com Deus! 


sexta-feira, 1 de abril de 2011

Dia da Mentira

Algumas mentiras que bem poderiam verdades!

Na saúde:
Descoberta a cura para todos os tipos de câncer;
Há vagas em todos os hospitais públicos do país;
Médicos cumprem carga horária nas Unidade s de Saúde da Família;

Na política:
Políticos cumprem promessas de campanha;
Deputados e Senadores atuando em defesa do povo;
Fim da corrupção nas Câmaras, Assembléias e Congresso Nacional.

Na economia:
Inflação continua abaixo de 2%;
Brasil zera dívida externa;
Brasil continua crescendo com taxa acima de 10%;
Donos de postos de gasolina decidem reduzir o preço da gasolina e decidem por fim ao cartel do combustível.

Todas estas afirmativas, e outras mais, só são verdadeiras como piadas de Primeiro de Abril. Quisera Deus serem válidas no resto do ano...
Ah... Cuidado com o tsunami previsto para ocorrer em Brasília. Deu no serviço de metereologia. Mais uma piada de mau gosto! Primeiro de abril...

Agora é sério. Fiquem com a única Verdade existente: Deus! Só Ele para salvar o mundo dos mentirosos! Amém.