terça-feira, 25 de novembro de 2008

O Estômago

Poupar o nosso corpo!
Clique nos links ao lado para ler pelas primeiras postagens!

Antes de entrar no assunto da quimioterapia, seus efeitos colaterais e incômodos em si, na perspectiva de subsidiar outras pessoas que estão ou venham a fazer este tipo de tratamento, gostaria de lembrar que o meu problema inicial é de ordem gástrica, ou seja, o órgão afetado foi o estômago. Razão pela qual dedico este capítulo, ilustrado, e com poucas palavras para que dêem o devido valor a este importante órgão do aparelho digestivo - não posso mensurar uma escala de valor para cada um, mas hoje sei o quanto ele realmente é importante para todos nós. E o quanto nós o massacramos no nosso dia-a-dia.

Falta-nos orientação criteriosa para evitarmos tantos estragos no nosso organismo, seja ele estômago (ingerimos, muitas vezes, verdadeiros "venenos", como refrigerantes e outros ácidos), fígado (consumimos bebidas de alto teor alcóolico - para que?!) , coração (desconsideramos a necessidade de pausar, de parar para descansar e evitar o stress que tanto prejudica a nossa saúde), enfim, na maioria das vezes somos o nosso próprio vilão, inconsciente, mas somos!

O texto a seguir tem fonte na Internet, bem como as fotos que aparecem neste tema.

Definição

"O estômago é uma bolsa de parede musculosa, localizada no lado esquerdo abaixo do abdome, logo abaixo das últimas costelas. É um órgão muscular que liga o esôfago ao intestino delgado. Sua função principal é a decomposição dos alimentos. Um músculo circular, que existe na parte inferior, permite ao estômago guardar quase um litro e meio de comida, possibilitando que não se tenha que ingerir alimento de pouco em pouco tempo. Quando está vazio, tem a forma de uma letra "J" maiúscula, cujas duas partes se unem por ângulos agudos."


Doenças do estômago


"As doenças e problemas gástricos do estômago são numerosos: úlcera, câncer, a dispepsia (indigestão gástrica), tumores malignos e benignos (raros), gastrite, afecções decorrentes das cicatrizes das úlceras curadas, etc."

A retirada cirúrgica do estômago ou parte dele chama-se gastrectomia, foi justamente este procedimento que ocorreu durante a minha cirurgia, aqui já relatada. Palavra pomposa que implicam em grandes consequências na vida de uma pessoa.

Faço parte, agora, do grupo de pessoas que merecem pagar apenas metade do preço nos rodízios... se essa moda pega, vão fazer carteirinha dos "gastrectomizados"... e a foto?! Deve ser do interior da barriga, melhor capturar uma dessas aqui publicadas.

2 comentários:

Ana Paula disse...

Após o término das minhas químios, porcurei uma nutricionista fantástica que digo que mudou a minha vida. Como nosso organismo fica muito debilitado e intoxicado das químios, ela precisava então regenerar meus orgãos internos.Me receitou um porduto maravilhoso para desintoxicar, nutrir e regenerar que se chama Aloe Vera Gel da Forever Living. Foi tão maravilhoso que me tornei distribuidora dos produtos. Cuidado com babosa do quintal de casa, são tóxicas, tem alantoína e podem até matar.Esse produto da Forever Living pode te ajudar desde agora. Já não quero deixar de tomá-lo por toda a vida. SE quiser , te dou mais informações sobre as propriedades do produto.
Um abraço
Ana Paula

Edson disse...

Ana Paula, ontem por acaso chegou uma moça com um livro falando desse produto... ela pelo visto é revendedora desse produto. O autor é um alemão que mora no Brasil. Vou olhar com mais carinho, depois desse seu depoimento.
Obrigado!