domingo, 6 de fevereiro de 2011

Tudo azul

Azul é a minha cor preferida desde a minha infância, acho que lembra a cor do céu de brigadeiro; das águas mansas e passa uma certa tranquilidade ao ambiente onde predomina. Dizem que fotografa melhor, isso não posso afirmar; não tenho sido adepto da arte de ser fotografado nesses últimos tempos, apesar de continuar fotografando e filmando os melhores momentos. Como o de logo mais no decorrer do dia, quando estaremos reunidos na casa dos meus pais para festejar dois aniversários que ocorrerem neste mês; o primeiro deles, o de Priscila, ocorreu na data de ontem e o próximo é o do papai, Sr. Raimundo, que aniversaria no dia 08.
Combinamos marcar estes momentos com um almoço diferente. Prontifiquei-me a fazer uma favada, tarefa que levei a cabo desde as últimas horas da tarde de ontem. Uma fava light, sem nada de carne de porco, tudo a base de carne de gado; mocotó, bucho, tripa, carne de sol e um carne de charque. Tudo temperado com legumes, verduras e bastante sazon! Estar no ponto de ser servida, experimentei e gostei, o mocotó está totalmente cozido, desprendendo-se dos ossos e partindo sem dificuldade com a colher, o que significa que cozinhou de verdade. Ah, um detalhe; nada de sal, o que vem na carne de charque e na carne de sol é o bastante para este tipo de tempero, não esquecendo de que devemos escaldar de duas a três vezes todo o miúdo para, além de limpar mais, retirar o excesso de sal.
Bom, é isso. Tudo azul, sem sair do chão! Quem quiser o passo a passo da receita é só escrever perguntando, infelizmente não posso deixar nenhuma porção para experimentação. O jeito é colocar a mão na massa, digo na panela e encarar.
Bom domingo para tod@as! Fiquem com Deus.

2 comentários:

TURMA DIREITO disse...

Grande Zé Edson,
aproveitando a sua deixa, complemento que além de estar tudo azul, podemos realçar com bolinhas brancas este céu de brigadeiro que você tanto admira, pois nós dá a real sensação de que somos imensamente capazes de alçar novos vôos e vislumbrarmos novos horizontes, pois um novo tempo de conquistas ressurge a cada salto que você dá e na fé e na certeza de um novo amanhã! Lembre-se: Fênix ressurgiu de suas próprias cinzas!

Um forte abraço,
Marco Aurélio

Karina - Frei-Sein disse...

Oi meu amigo... Eu amei seu novo layout azul... (Fui a primeira á votar na sua enquete)... Azul da cor do mar... ou do céu... Ambos são os que melhores refletem a imensidão, o infinito, o que mais nos coloca próximos de Deus...
Quanto á esse teu prato que sustância heim!!
Papai daqui de casa iria amar!! rsrs...
Não somes não sinto sua falta viu??
Bjos da amiga...
PS: Posso divulgar/repassar em meu blog o seu post anterior sobre medicamentos vencidos?? Eu já fiz um post sobre a doação desses medicamentos antes do vencimento em meu blog e acredito que essas outras informações que vc trouxe podem complementar essa postagem!! Me avisa ok??