quinta-feira, 20 de maio de 2010

Em manutenção

Todas as máquinas precisam de manutenção periódica para continuar funcionando bem, do modo como foi programado na sua concepção. Isso serve para as máquinas novas e recuperadas. Assim também é o nosso corpo, podemos comparar o nosso organismo a uma máquina com todos os seus componentes atuando com o mesmo objetivo: gerar "energia" para desenvolver as "tarefas" que lhe são atribuídas.
Então, se temos uma máquina dentro da gente, essa máquina também precisa de passar por manutenções periódicas. Muitas vezes só para checar a quantas andamos... e os profissionais da área de saúde vão nos examinar segundo a faixa etária de cada (no caso das máquinas são consideradas horas de trabalho, quilometros percorridos, etc). Do mesmo modo que as nossas máquinas, industrializadas, podem virar sucatas de uma hora para outra... o nosso organismo também pode pifar, assim... do nada! Outras vezes fica dando sinais de que algo não anda bem... é hora de procurar ajuda para evitar falhar no tranco.
E em alguns casos, somos submetidos a verdadeiras reformas para evitar (retardar) o colapso final. Refiro-me às reformas estruturais, aquelas a que somos forçados a fazer sob pena de não ver mais o sol raiando, nem sentir a brisa dos ventos, nem ... enfim, sob pena de partirmos desta para o desconhecido que não queremos conhecer tão cedo (sempre é cedo, mesmo estando na casa dos cem anos de vida). Mas, por que estamos falando de reformas, de manutenção, o que isso tem em comum comigo?! Tem tudo em comum.
Algum tempo atrás, recebi os sinais de que algo estava errado e era preciso procurar ajuda médica. Veio a primeira reforma estrutural para corrigir o desconforto da dor, foi preciso eliminar parte do órgão afetado pela corrosão. Podemos comparar a neoplasia ao ferrugem que consome o ferro ou ao cupim que infesta a madeira, todos trabalham no silêncio e quando menos se espera (quando não captamos os sinais que são emitidos) muita coisa pode ficar comprometido e o funcionamento do nosso organismo pode parar.
O defeito que os aparelhos apresentam podem ser corrigidos numa primeira investida ou depois de um segundo ou terceiro retorno. Comigo também foi assim: não ficou resolvido na primeira investida, a cirurgia do estômago não era a única forma de resolver aquela situação, dado o quadro que estava pintado, e foi preciso usar da quimioterapia como mecanismo coadjuvante (ou principal) no que podemos chamar de tratamento de choque. Era preciso combater o inimigo que estava dentro de mim, infiltrado nas minhas estranhas e nada melhor que usar as mesmas armas, dente por dente, célula por célula, o bem contra o mal.
E eu aqui, assistindo a tudo isso e participando do jeito que me era permitido. Deus estava e estar no comando o tempo todo, eu só precisava acreditar, confiar que tudo aquilo seria (como foi) passageiro na minha vida. Eu não pedi para adoecer, não era minha a doença e ninguém de boa consciência quer adoecer, dessa forma estamos no caminho certo da reversão da situação. Crer na cura através dos poderes divinos ao mesmo tempo que nos subtemos ao tratamento médico (eu disse tratamento médico); pois nessa hora aparece muita gente querendo ajudar e apresentam "experiências" e relatos para serem testados.
Conhecer a neoplasia é uma coisa e ficar testando receitas caseiras que se dizem milagrosas é outra, totalmente diferente. Nunca embarquei nessa e não aconselho ninguém a fazer. Sou administrador de empresas, passei por várias disciplinas que me doutrinaram na arte de administrar uma empresa... a medicina deve ser exercida por quem foi para ela doutrinado!
Hoje fui ao médico, Dr. Cássio Virgilio, o cirurgião que deu ultimato nos tumores que insistiam em resistir aos ataques da quimioterapia. Posso dizer que foi a terceira investida contra quem poderia ter me matado: o câncer do fígado que ocorreu por metástase do câncer do estômago. E segundo o médico, esses tumores foram vencidos por que estavam agrupados... acho que estavam meio zonzos pelo bombardeio da quimio e na tentativa de fortalecer a resistência ficaram agrupados, facilitando a sua retirada na marra - por força do bisturi habilidoso desse grande profissional, ex-aluno meu do curso médio! Ainda bem que eu lecionava matemática e não biologia! O orgulho de ter sido professor dele é nada perto do agradecimento de tê-lo nessa condição de seguidor de Herodes, de saber que ele tem sido iluminado por Deus para salvar vidas.
A conversa de hoje, depois de seis meses da cirurgia, foi muito proveitosa mesmo. Alimentou a certeza de que o organismo estar voltando a sua normalidade, mas também abriu os meus olhos para a necessidade de continuar vigilante, assim como tem sido nesses últimos meses... visitas médicas frequentes, realização de exames periódicos de forma amiúde para que, caso venha a ocorrer qualquer alteração, estejamos em condições de responder mais rapidamente e, quanto mais cedo, melhor é para armar uma defesa ostensiva.
É isso, não devo dar uma de peru natalino, que sempre se vai na véspera, mas não posso vacilar... o negócio é dormir com um olho aberto, sempre! E é que tenho feito. Viver é bom e eu gosto, então vivo. Com a graça de Deus, sempre! Amém.

2 comentários:

jorge henriques disse...

Olá Edson,fiquei com a impressâo de que essa manutençâo verificou todas as ligaçôes e os batas brancas concluiram que o amigo está, como dizer recauchutado com todas as condiçôes para enfrentar mais 50.0000000000000000000Km.ou 80 anos hehehe.
Hoje começou o rock em Rio em Lisboa vai passar muitos cantores brazileiros ao longo do festival, hoje e para começar Ivete Sangalo ,nem preciso de comprar bilhetes é só abrir a janela e dá para ouvir o pessoal a vibrar.
Caro Edson um bom fim de semana e faça o favor de ser feliz.
jorge

Edson Leite disse...

Meu caro amigo do além mar, senti a ausência dos seus comentários... sempre muito bondoso. Realmente a última visita médica foi bem tranquilizadora, apesar de ter sido dito pelo bata branca que havendo a qualquer indício de recaída ficará mais fácil a volta ao combate. A doença estar em trégua, adormecida e tenho feito para que assim ela permaneça! E vou vivendo, obediente ao amigo quando manda que eu seja feliz! Muito obrigado pela força.
Quanto ao festival de rock in rio... aproveite para escancarar a janela e curtir bastante os nossos cantores. Bom final de semana para vc tb. Abraços,