segunda-feira, 17 de outubro de 2011

A resposta!

Hoje repeti os exames de sangue, rotina de véspera de mais um ciclo de quimioterapia, sempre peço urgência e o resultado é impresso via internet no site do laboratório. Ao fazer a impressão daquelas folhas, contendo os valores de cada um dos doze exames, lembrei-me de quando ia conferir o resultado dos vestibulares (passei em quatro deles, todos para faculdade federal) e dos demais concursos públicos. Um frio correu pelo corpo, estava tenso. Será que Deus recebeu a minha carta?! Será que Ele atendeu aos meus pedidos nela contidos? Será que vou passar nessa prova? Esta última pergunta trouxe-me de volta à realidade, afinal estava misturando as coisas de ontem com as de hoje. Naquele tempo eu pensava que era um super-homem, que não ia adoecer, portanto, não precisava pedir saúde a Ele... achava que tinha de sobra ou nem pensava nisso... hoje, já não preciso daquelas notas e nem da pontuação das universidades, estou graduado em dose dupla: administração e economia! Ambas servem muito na minha vida atual, aprendi a administrar o tempo, os afazeres - só não aprendi a economizar nas emoções, nem nos sentimentos, principalmente sendo eles de boa natureza. Esta dupla se entende e se completam, assim como entendo a Deus, nos seus propósitos reservados a minha pessoa - o que não me impede de apelar para os seus sentimentos de misericórdia e de compaixão quando as coisas aparentam ficar mais difíceis.
Tantos "serás" foram ainda pensados durante o vai e vem da cabeça de impressão da velha HP (haja paciência). Fui lendo os resultados um a um, deixando por último os indicadores das bilirrubinas - precisam ter diminuído, pensava naquela hora, Deus deve ter recebido minha carta e atendido aos nossos apelos (lembrei de todos que estavam na minha torcida), desejando uma nota baixa, desejando ser reprovado nas bilirrubinas!
Porém, não foi bem isso que eu vi diante de mim naquela folha de papel, antes branquinha, agora tingida de preto, com as letras bem gravadas no seu dorso. Olhei mais de uma vez, virei o papel de ponta para baixo, olhei o seu verso, como querendo embaralhar aqueles números e no reordenamento surgirem novos indicadores. De nada adiantou todas as peripécias papelescas, nenhuma letrinha saiu do lugar, pareciam grudadas naquela folha.
Outros serás: teria Deus recebido e ignorado a minha missiva. Será que deveria ter enviado uma cópia por e-mail com cc para Nossa Senhora? A estas novas perguntas vieram a lembrança de que os Correios estavam na greve!!! Foi isso mesmo, a greve dos carteiros evitou que a minha carta chegasse aos Céus em tempo hábil... dizem que só aqui na terra são milhões de documentos a serem entregues, imagine os que foram encaminhados para o nosso Criador! Mesmo com mutirão, os carteiros vão demorar muito a chegar ao céu, são trabalhadores que merecem o conforto da terra e a sua permanência entre os seus é muito importante. Não quero que nenhum deles tenha o seu tempo adiantado só pelo fato de ter na sua mochila uma carta minha que dever ser entregue a Deus! Tudo tem o seu tempo e a sua hora. Se Ele ainda não recebeu a carta, não poderia ter respondido mesmo... e as bilirrubinas deitaram e rolaram no meu fígado por não estarem tendo espaço para rolar ladeira abaixo pelo canal biliar.
Vamos aguardar mais um ciclo, até que seja encontrada uma definição e a bilis possa voltar a circular livremente, sem temores a greves ou atrasos na entrega das correspondências.
E o que dizem os bancários, vão pagar para ver no que isso vai dar? Fé e esperança não faz mal a ninguém.

Para descontrair:

5 comentários:

O SOL do amanhã... disse...

Putz! Esquecemos que o correio estava em greve, e nesse mundo moderno vc poderia ter mandado um e-mail, vai que o Mestre estava conectado! Meu amigo, com certeza a sua carta chegou até ele e no momento certo ele concederá o que vc pediu...mas é no momento certo! Enquanto ele não chega, vamos pedir novamente? E com cc para Nossa Senhora que intercede a nós ao PAI!
Um abraço!

Edson Leite disse...

É isso minha amiga, vamos sim continuar insistindo nessa peleja!
Confio que tudo tem a sua hora certa, nada vem antes do tempo.
Valeu, amiga astra-rainha!

Iza disse...

Olá, meu amigo!
Foi uma grande honra para mim receber sua visita por lá.
Eu andava bastante nauseada por causa da última bomba-quimio. O diário é um blog que tenho desde 2008. quando do diagnóstico resolvi criar o Notas do Momento pensando em contar aspectos do tratamento, mas deu saudade do diário e como fica difícil para mim manter dois blogs ao mesmo tempo; voltei para o diário.

Quanto a maravilhosa carta enviada, fiquei triste por não ter vindo a resposta que todos queríamos, mas não vamos parar de pedir pois a resposta vem. E tomara que Ele nos surpreenda, concedendo-nos dádivas que nem nos recordamos em pedir.

Forte abraço!

Lucia Lombardi disse...

Fique tranquilo Ele leu sim, nada chega atrasado para Deus, alias Ele sempre faz prerrogativas e no 2o.tempo o seu gol e certeiro. Continue com esse bom humor e sua fe inabalavel. Deus so trabalha com o sobrenatural, o impossivel, o inatilgivel, para confundir os que se acham capazes de viver sem o seu poder e a sua misericordia. Vai em frente, a vitoria e certa! eu creio!

Jú Carelli disse...

Edson querido!!!
ADOREI a sua postagem... sempre repleta de bom humor... fé e esperança...
Como bem disse a Lucia... para Deus nada chega atrasado e sim na hora certa... que é a hora Dele é claro...
Também tenho certeza que sua carta foi lida pelo Criador...
Fique com Deus...
Beijos carinhosos