sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Carta ao Criador!

Meu Deus,
Espero que o Senhor esteja me vendo de onde estiver. Claro que não preciso dizer como estou me sentindo nesse momento, nem como tenho passado os meus últimos três anos. Tudo é do Seu conhecimento e nada acontece sem a sua permissão, não é mesmo? Quero que saibas que nunca duvidei do caminho que deveria tomar para sair dessa enrascada, chamada de doença, por acreditar que todas as oportunidades que me foram apresentadas pelos homens de branco estavam sendo consentidas por Ti.
Primeiro foi a cirurgia que levou consigo parte do organismo que muita gente pensa não ser possível sobreviver sem ele: o estômago! Afinal, na cadeia das competências orgânicas, seria ele o responsável pelo recebimento, processamento e aproveitamento de todo alimento que ingerimos para repor as nossas energias. Na verdade, hoje sei, pela própria experiência, que a mãe natureza, sabiamente, transfere esta competência para outros órgãos e de forma solidária passam a assumir, além das suas atribuições originais, as que antes eram realizadas pelo maior órgão digestivo. Tudo isso, claro, meu Deus, não poderia ser uma Obra qualquer - é quiçár a sua obra-prima, sem desmerecer a flora e a fauna ou todo o ecossistema no qual nos colocou para passar uma temporada. Ouso, perguntar, seria a Terra o paraíso e que estamos tornando-o em algo amedrontador?
São tantas as minhas dúvidas ainda que estou misturando as coisas nessa minha primeira missiva celestial. Relembrava ao Senhor, considerando as bilhões de vidas que estão sob a sua égide, das oportunidades que estão me sendo permitidas vivenciá-las e a elas tenho me apegado com Fé e Esperança de que assim procedendo retardarei a minha partida. Não que eu esteja com medo da partida ou que esteja com apego às coisas que aqui encontrei e desfrutei, não é nada disso, acredite. O Senhor conhece muito bem a natureza humana e não preciso ficar explicando os motivos de querer o adiamento da minha partida. Também seria demagogia de minha parte dizer que preciso fazer muit mais pelos que aqui estão... quando o Senhor sabe das minhas limitações e da impossibilidade de cumprir este papel, se assim fosse de fato a grande Verdade. Reconheço, meu Deus, que foram muitas as minhas falhas e faltas ao longo dessas cinco décadas já vividas com consciência de quem parece saber o que está fazendo - mesmo computando as ações de benevolências que deveriam ser obrigações de todos nós, no nosso dia-a-dia, creio que o saldo devedor não seria zerado nas cinco próximas décadas. Não quero aqui assumir minhas culpas antes da hora, sei que todos nós estaremos um dia diante de Ti para prestar contas e responder pelos atos que praticamosou deixamos de praticar nessa jornada terrena.
Mais uma vez parece que estou fugindo do foco das intenções iniciais de elaborar essa singela cartinha. Vou tentar chegar ao ponto nas linhas seguintes. Juntando-se a todas as coisas pretéritas, cirurgias, tratamento quimioterápico, exames de todos os tipos, etc, hoje me vejo diante de uma possibilidade nova e que tem me consumido mais que todas aquelas que ficaram para trás. Sei que poderá ser "mais uma" dentre todas e que, da mesma forma, será transitória. Porém, confesso que não tem sido fácil ingerir a possibilidade de ter que implantar um catéter... não é por ele em si, mas pelo procedimento moroso com que será feito. Meu Deus, Criador de tudo que conhecemos, certamente, é conhecedor também do que estou falando, do que estou temendo, por isso venho por meio desta pedir-Lhe que alivie esta minha sensação de insegurança nunca antes posta na mesa. Nunca deixei de pedir-Lhe proteção e atenção que um filho merece, sem favorecimentos nem prediletismos, apenas um pedido de um filho angustiado na dor física que busca de todas as formas a compensação com o preenchimento do tempo das mais diversas formas. Talvez, não esteja sabendo aproveitar esse tempo, é provável. Então, Deus, meu e de todos nós, alivia-me desse peso permitindo que não se concretize essa alternativa catetérica. Se for de merecimento, que me seja dada outra forma para solucionar a pressão que o canal biliar vem sofrendo com o avanço da massa tumoral sobre ele (para o entendimento por aqueles que por acaso venham a ler esta carta). Segundo os homens de branco, se os indicadores da bilirrubina continuarem no patamar atual é sinal de que a quimioterapia está dando bons resultados, apesar dos seus efeitos colaterais (atualmente mais brandos) e descartaremos ou adiaremos o implante do catéter. Acima de tudo está a Tua Vontade e a ela me curvo, não sem antes reforçar o meu pensamento, feito em todas as horas: estou em Tuas mãos! E Nelas eu confio e aguardo.
Nem é preciso falar que todos aqui mandam lembranças e vários pedidos, peço que nos abençoe e proteja sempre. Amém!
Assinado: Seu Filho, Edson!

11 comentários:

O SOL do amanhã... disse...

Muito LINDO Edson esse seu bate papo franco com DEUS, apesar Dele ter conhecimento sobre tudo na nossa vida, ele precisa nos ouvir e nos devemos falar sem restrições como vc fez agora, certamente ele te concederá o que seu coração pede. Fico tbm na sua torcida e intercedendo para que sua carta chegue como sedex 10 até Ele.

Edilson Egito disse...

GRANDE EDSON; está provado que é no sofrimento, que a inspiração para a arte, aflora da forma mais excelsa possível. Foi assim com Chopin e Dolores Duran na música, foi assim com Dostoievéski e Augusto dos Anjos na literatura, etc. Esta sua crônica é de uma grande beleza literária, emocionante ! Porém, realmente o importante é que ela chegue realmente ao Criador e ELE decida que você não precisará do catéter. Como homem de branco que sou, sei que todo procedimento é agressivo. Portanto, junto-me a oração de todos e sua evolução será favorável se Deus assim o permitir. No mais, um abraço fraterno, Edilson Egito.

Jú Carelli disse...

Edson meu querido amigo...
AMEI a sua carta... muito lindo tudo aquilo que escreveu!!!
Como bem disse Deus é soberano e sabe o que faz... e aquele que se entrega em Seus braços não teme aos desígnos do Senhor...
Fique com Deus!!!
Na torcida de sempre...
Beijos iluminados

Elaine disse...

Vc é danado na escrita Edson!!!! Eu leio muito e muito e posso dizer que é perfeita sua clareza de palavras expressando um sentimento tão íntimo... Sinto muito que vc esteja passando por essas "dores" e envio meu pedido a Deus, para que lhe abençooe mais e mais. Amém.
Elaine.

Edson Leite disse...

Gente do céu,
Vcs não existem de verdade, são todos os meus anjos protetores aqui na terra. Obrigado, a cada um, de coração, pelas palavras de apoio, pelos elogios - que acabam me convencendo de que posso escrever a próxima postagem e, o melhor de tudo, pelas orações que fazem por todos os aflitos, particularmente, por este que vos fala agora.
Não sou o gordo, por isso: beijos do magrooooo!!!!! Bom final de semana.

Iza disse...

Amigo!

Esta carta me emocionou muito, É lindíssima. Saiba que também estou aqui a pedir por você e por todos nós que estamos nesta luta.

A oração não reconhece barreiras e nem distâncias...

Que você seja atendido em seu pedido!

Abraços!

Lucia Lombardi disse...

Meu Jesus Amado. Acabei de ler a cartinha do Edson.Eu nao o conheco pessoalmente, mas o Senhor sabe quem ele e. Coloquei o nome dele, junto com os outros amigos que fiz por aqui, em minha caderneta de oracoes e sempre tenho apresentado esse livrinho ao Senhor. peco-te meu Pai pelo teu filho amado e pelo Espirito Santo que intercede por nois, concede o desejo do coracao do teu servo. um toque da tua misericordia, cura-o e sei que o Senhor o quer fazer. Te amo Jesus e te agradeco porque sei que nos ouvistes. para a gloria do teu santo Nome1 Amem!

Cida Villela disse...

Edson, você escreve como ninguém.Não pare nunca, e além disso precisamos sempre de notícias suas. Deus há de permitir que a quimio alcance o resultado esperado e isso não vai passar de uma ansiedade sem razão. VAI DAR CERTO AMIGO! Grande abraço e confie sempre NELE. Cida

Edson Leite disse...

Olá Pessoal,
Já os chamei de Legião de Anjos, e não foi à toa. Considero-os como meus protetores e amigos.
Muitos dos que chegam a este blog estão na mesma situação e isso me faz lembrar e invocar o velho ditado, que tanto repeti nas ruas da minha cidade quando combatia policamente o governo da inflação, nas greves e passeatas: "A união faz a força!"
Esta corrente de solidariedade de fé cristã é muito salutar e devemos sempre elevar os nossos corações a quem tudo pode para continuar recebendo as graças concedidas com a sua misericórdia.
Tenham tod@s um bom domingo. Amém.

Anônimo disse...

Edson,
Você tem as artes e manhas pra falar com Deus! Que texto lindo! Chorei, ri, ri mais que chorei então seu texto é duplamente bom, aliás, ótimo!
Posso republicá-lo no meu blog?
Um beijo graaaaaaaaaaaade e magrito(sou magra de ruindade..rsrsrs)! E claro que depois desta cartinha singela e anti-catetérica Deus só pode dizer SIM, vai dar tudo certo!
Deus te abençõe! Marina da Silva.

Edson Leite disse...

Querida Marina,
Todo o conteúdo deste blog pode ser copiado e republicado, total ou parcialmente. Só tenho a agradecer pela importância dada ao texto.
Fico contente que tenha causado mais risadas que choro, afinal a vida é para celebrar os momentos agradáveis e se este texto tocou no coração dos amigos é decorrência da sensibilidade de cada um - uma obra, literária ou de outra natureza qualquer, causa emoções nos sensíveis de coração.
Amo vcs!

PS.: Sempre fui magro, apesar de me esforçar para ser bom... nunca engordei! hehehehehe